Artur Lopes e a medalha de prata: “Resposta a todos os desgostos”

“Esta medalha quer dizer que a formação, a selecção e os responsáveis da FPC estão a desenvolver a modalidade e que temos jovens com grande valor. O Nelson (Oliveira) é um grande corredor, eu tinha grandes esperanças nele para o contra-relógio e para a prova de fundo, que ele também vai fazer e bem, apesar de não ser bem ao seu jeito”, referiu Artur Lopes, presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, citado pela Lusa.

O Nelson ainda tem mais anos nesta categoria, estou certo que para o ano estará na luta outra vez e ainda melhor”, afirmou o dirigente, que soube da notícia pelo telemóvel em virtude de estar numa reunião do Comité Director da UCI aquando da histórica conquistas. Num momento de “grande felicidade para o ciclismo português”, Artur Lopes classificou a medalha de Oliveira como “resposta a todos os desgostos”, tendo na ideia o recente caso de controlo anti-dopagem de Nuno Ribeiro, Hector Guerra e Isidro Nozal, ciclistas da Liberty Seguros, equipa que cessou a sua actividade.

4 thoughts on “Artur Lopes e a medalha de prata: “Resposta a todos os desgostos””

  1. Parabens ao Nelson Oliveira e à equipa da Artesania de Galicia. Já
    desde cadete para cá que venho a reparar que é o melhor Contra-Relogista da sua geração, mesmo entre os Prós já o vi a fugir e a esfragalhar um pelotão inteiro, sem dúvida um excelente rolador.Claro que esta medalha não salva o nosso ciclismo ou atenua todos os problemas que a modalidade tem, mas é sempre positivo quando um atleta dos nossos chega ao pódio numa competição tão restrita com os Campeonatos do Mundo. Em relação aos louros penso que têm que ser partilhados, pelo Atleta, Clube e Federação, porque não se esqueçam que de alguns anos para cá, a selecção de sub 23 compete em variadas provas internacionais ao longo do ano, e não é com o nivel competitivo das corridas nacionais que vamos andar a discutir corridas deste tipo, se neste momento os nossos atletas sub23 possuem um nivel competitivo elevado devem também à experiência que ganham em provas internacionais)

  2. Desgosto mesmo é este “nosso” presidente. E sempre com resposta para tudo e todos!!!
    Sempre a aproveitar para colher os louros com o esforço e a dedicação alheios.
    Não fosse o empenho e o apoio desta federação e deste senhor e o Nelson Oliveira nada conseguiria.
    Vamos lá a ver como correm as coisas com a UCI e a FPC. Parece que não está nada fácil!!!
    Ainda para mais com um vice responsável pelo (anti)doping! E escudado na maior sumidade de todos os tempos no assunto.

    Parabéns Nélson Oliveira!!! Foste espectacular, dignificaste a modalidade e a camisola.

  3. este presidente tem uma lata…. A federação só lhe liga uns dias antes p ir correr, o mérito é TODOS da equipa Lugo/Artezania Galizia e do Carvalho.
    Esta medalha é tb trabalho deles. O Artur lopes acha que uma medalha vem mudar o ruo do ciclismo em portugal´? pequena consciencia da realidade!

Os comentários estão fechados.