Autoridades francesas não acreditam na ausência de doping no Tour

A Volta a França terminou ontem sem que se conhecesse qualquer caso de controlo antidoping positivo, mas o presidente da Agência Francesa de Luta Antidopagem (AFLD), Pierre Bordry, não acredita que esta edição da corrida tenha sido totalmente limpa. Em declarações ao diário Le Monde, o responsável pelos controlos diz-se convencido de que há corredores a recorrerem a transfusões de sangue autólogas (sangue do próprio reimjectado) e que foram usadas duas drogas que ainda não chegaram ao mercado legal.

Pierra Bordry suspeita do recurso a hemtatida, uma molécula com um efeito semelhante ao da eritropoeitina (EPO), mas com uma constituição diferente, que a torna por enquanto indetectável. Esta substância está na fase três de ensaios clínicos, não tendo sido ainda disponibilizada no mercado pelo laboratório que a está a desenvolver. A outra droga que o cérebro da luta antidopagem francesa acredita ter sido utilizada pelo pelotão é o AICAR, um produto em teste laboratorial que aumentará a resistência ao esforço, através da transformação das fibras musculares rápidas em fibras musculares lentas, o que poderia ajudar homens mais talhados para os sprints a ultrapassar com maior facilidade a dureza de uma prova como a Volta a França.

As declarações de Pierre Bordry surgem no dia seguinte ao anúncio de que o sangue dos 15 primeiros do Tour de 2008 será de novo testado em busca de CERA.

21 thoughts on “Autoridades francesas não acreditam na ausência de doping no Tour”

  1. A verdade seja dita, infelismente aquela história de que ” ESPORTE É PARA TODOS” é furada. Esporte de auto rendimento como o ciclismo precisa de atletas que superem seus limites físicos todos os dias, com treinos que chegam á 150, 200 quilometros DIÁRIOS. Dizer que todo este desgaste físico é suplementado com arroz e feijão é ipocrisia!!!!!

  2. esta gente quer acabar com o melhor e mais duro desporto do mundo! é assim tao dificil acreditar no esforço de ciclistas que ate prova em contrario sao inocentes.

  3. Outro ex nos ultimos jogos olimpicos se não estou em erro houve 10 controles positivos e claro que teve de incluir ciclismo ( Rebelin e Shumaker ), e depois queixam-se que o ciclismo é o bode espiatorio , para qdo não vai menção de ciclistas dopados em grandes eventos .
    Tenho a certeza absoluta que vai aparecer controles positivos no Tour deste ano

  4. Criticas o facto de se procurar que ciclismo seja um desporto saudavel !!!!!!!!!!!
    Comparas o esforço do ciclismo com o de futebol , ou tenis !!!!!!!!!!!
    Qto á operação puerto os unicos que foram afectados foram os não espanhois, basta ver a pouca vergonha que se passou com Valverde aonde está a justiça se compararmos com a penalização que sofreu Basso por exemplo , e foi a federação italiana a fazer alguma coisa porque a espanhola nem se mexeu

  5. Nos outros desportos n ha casos positivos sr rui? Existem aos montes… N saem é para fora. Se fossemos fazer um controlo cm se faz num tour ao ultimo jogo da liga dos campeões (Barcelona-Manchester) eu até aposto k teriamos no minimo 15 positivos (ja para n ir aos 22). Os jogadores sabem kdo vão ser controlados (tal cm a selecção nacional de futebol sabia k ia ter um controlo surpresa na semana seguinte), assim é facil ludibriar estes mesmos controlos.
    Sou a favor destas medidas de combate ao doping, mas apenas se forem aplicadas a todos os desportos sem excepção. Vamos ver quantos grandes vão tombar (Kts Ronaldinhos gauchos, Ronaldos, Messi, Ibraimovic e aquele nosso intocavel k a gente sabe) Barcelona, Real Madrid, Rafael Nadal estavam todos envolvidos na operação puerto, kual foi o destaque dado a isto? nenhum, por um lado até foi bom, pois kdo estes nomes apareceram acabou a operação puerto. Da que pensar n dá? Por isso reafirmo, no dia em que forem tratados todos por igual e o ciclismo deixar de ser o Bode espiatorio eu aplaudo todas as acções das organizações que fazem este controlo cerrado aos ciclistas. Até lá critico-as e descridibilizo-as todas.

  6. Só que há uma diferença no ciclismo , que não existe nos outros desportos que é o facto de estar a aparecer constantemente casos de doping em todas as categorias incluindo ciclistas de topo , coisa que não acontece nos outros desportos.
    Em parte deve-se ao facto de haver mais controles no ciclismo que em q/q outro desporto , mas por isso mesmo os ciclistas já deviam-se mentalizar que é proibido dopar-se sobe pena de nunca mais poderem practicar o desporto/profissão que tanto gostam e em ultima analise destruir esse mesmo desporto

  7. meus amigos, a unica coisa k m espanta nisto tudo é k kem faz muitas vezes as suposições é alguem k até ja foi ciclista ou esta dentro do ciclismo. lembrem-se k ha pessoas k ja acusaram positivo e hoje em dia criticam kem ainda la esta.

  8. estou de acordo c o aamorim. Portugal é aquele pais desenvolvido…. brinca-se c a vida das pessoas.

  9. Concordo inteiramente (e subscrevo) com o que o Sr. Filipe escreveu.
    Mas acrescento, pior que os Franceses, só mesmo nós próprios.
    Já passou um ano desde a grande investida do CNAD/FPC aos “dopados” de Portugal.
    Resta uma vantagem, todos temos a certeza que o doping foi erradicado do pelotão nacional. Está tudo limpinho que nem com sabão clarim.
    Só não se compreende que passado todo este tempo e estando o processo judicial já encerrado, ainda não tenham sido divulgados os resultados dos testes e quais as substâncias apreendidas. Nem que tenha sido condenado que tiver de o ser e inocentado de uma vez por todas os restantes.
    A quem interessa este estado de coisas, toda esta suspeição, toda esta poeira no ar? Os mais atentos saberão…
    Os franceses levantam suspeitas… Os portugueses concretizam-nas… Isto sim, é levar um clima de suspeição para além do limite do aceitável…
    E nada nem ninguém toma uma posição, ousa contestar este estado de coisas. Tudo assobia para o ar!!!… O rebanho pasta tranquilamente, debaixo de uma sombra protectora.
    Cumprimentos

  10. Pessoalmente acho que a AFLD deveria evitar esse tipo de comentários/declarações.

    Da parte desta Agência apenas seria de esperar declarações objectivas e comprovadas. Um clima de suspeição dificilmente favorece a “luta” contra o doping mas degrada irremediavelmente e no imediato a imagem do ciclismo.

    O doping é uma realidade, já todos sabemos, mas o que é facto é que o ciclismo continua a ser o único (ou dos únicos) desporto a combater o doping!

    Se não vejam: há outro desporto onde os atletas sejam tão controlados? Onde se combata de forma tão apertada o doping? Não me parece! Embora ache que o procedimento seja correcto (o controlo intenso e reiterado dos atletas), se houvesse e se a medida fosse aplicada de igual forma a outras modalidades, sem querer de maneira nenhuma desculpar ninguém pelo uso de substâncias ilícitas, talvez o ciclismo deixasse de ser o “bode expiatório” do doping!

    … … talvez esta situação convenha a outro tipo de modalidades desportivas … … mas isto já sou eu a entrar em teorias de conspiração … e a ser um pouco mauzinho!

    Abraços

  11. Não percebo tambem estes comentarios a criticar quem luta por um ciclismo mais justo e limpo.
    Os comentarios que Agência Francesa de Luta Antidopagem faz , tem apenas a haver com a sua incapacidade em detectar as drogas acima referidas, e não venham dizer que os ciclistas não as tomam , já chega de hipocrisia.
    Devia-se era apoiar por quem luta este cancro que está a destruir o ciclismo.
    Eu já estou cheio de Di Lucas , Kohl’s , Schumaker’s, Rebelin´s, Rico’s , Riis , Pantani,s , Valverde´s , Basso´s , etc, etc , etc
    Já Chegaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  12. Eu tb suspeito que esses srs k façam os controlo anti doping tomem viagra mas n venho para aki levantar suspeitas sem provas… Ooops, falei de mais.

  13. Desculpa frança, se há alguem que têm sido eficaz na luta contra o doping são os franceses.
    Não são os espanhois ao os portugueses que mostram serviço.
    Quem dera que todas federações fossem coma a francesa, basta lembrar os tubarões que foram apanhados ultimamente pelos franceses ( o ultimo deles o Di Luca ).
    Não entendo porque não se penaliza os laboratorios por disponibilizar produtos dopantes, e muito menos os produtos que não estão disponiveis no mercado.

  14. Até prova em contrário, ninguem se dopou. Quer o Sergio o jorquim ou o manel, ninguem acusou por isso esses franceses de merda deviam estar calados e não levantar suspeitas. Esses médicos do control que falem menos e trabalhem mais para melhorar os controis.

  15. Pelo menus temus quase a certeza que o paulinho nao usou doping, pelo menus isso é que interessa 🙂

Os comentários estão fechados.