Directo da prova de fundo feminina

Ester Alves (4Life/Freebike/Bike Clube S. Brás), Filipa Queirós (CC Spol Caixanova) e Magda Martins (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes) sagraram-se esta tarde, em Santa Maria da Feira, campeãs nacionais de fundo nas categorias de Elite, Juniores e Cadetes, respectivamente.

Ester Alves venceu novamente nas Elites
Ester Alves venceu novamente nas Elites

CLASSIFICAÇÕES

Elites Femininas – 63.5 km
Média de 31,491 km/h
1ª Ester Alves (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 2h00m59s
2ª Celina Carpinteiro (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 2h03m07s
3ª Rute Costa (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 2h06m21s
4ª Catarina Anastácio (individual), 2h06m39s
5ª Ana Vigário (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 2h06m50s
6ª Angela Fernandes (CC Spol – Caixanova), 2h08m42s
7ª Anais Moniz (ACD Milharado/Intermarché Mafra), 2h10m22s
8ª Carla Cabral (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes), 2h11m49s
9ª Ana Valido (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 2h13m35s
10ª Filipa Fernandes (GD Volta da Pedra), 2h14m35s

Juniores – 50.8 km
Média de 30.308 km/h
1ª Filipa Queirós (CC Spol – Caixanova), 1h40m34s
2ª Rosa Moreira (Silva&Vinha/ADRAP), 1h47m21s
3ª Andreia Lopes (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 1h47m55s
4ª Ana Ferreira (Silva&Vinha/ADRAP), 1h49m44s
5ª Rita Barriga (ACD Milharado/Intermarché Mafra), 1h52m30s

Cadetes – 25.4 km
Média de 31.165 km/h
1ª Magda Martins (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes), 48m54s
2ª Ana Silva (Quintajense), 49m10s
3ª Ana Azenha (4 Life/Freebike/Bike Clube São Brás), 50m46s
4ª Joana Monteiro (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes), 51m48s
5ª Joana Ferreira (Silva&Vinha/ADRAP), 56m41s

Filme da corrida

km 0: A prova feminina arrancou com um pelotão de 39 corredoras: 20 elite, 11 juniores e 8 cadetes. As ciclistas vão correr no mesmo circuito dos homens, embora com número de voltas diferenciado. As corredoras de elite vão cumprir 5 voltas, totalizando 63,5 quilómetros. As juniores fazem menos uma volta e 50,8 quilómetros, cabendo às cadetes disputar três voltas e 38,1 quilómetros.

Km 12,7: Na primeira passagem na meta, já não existe pelotão. Na frente seguem cinco corredoras: Ana Vigário, Ester Alves, Celina Carpinteiro e Rute Costa (4Life/Freebike/Bike Clube S. Brás) e Anaís Moniz (Milharado/Intermarché Mafra). A primeira júnior a passar junto ao castelo da Feira foi Filipa Queirós (CC Spol Caixanova), enquanto que a melhor cadete foi Ana Rita Silva (Quintajense).

Km 15: O quinteto da frente passa a quarteto. Rute Costa perde alguns metros.

Decidiu-se cortar uma volta ao percurso das cadetes. As mais jovens vão terminar a corrida na próxima passagem na meta, quando estiverem cumpridos 25,4 quilómetros.

km 25.4: Anaiz Moniz passa a liderar a segunda passagem pela meta. Segue acompanhada por Ester Alves e Celina Carpinteiro. A 5 segundos segue Ana Rita Vigário.

Magda Martins venceu isolada a prova de cadetes
Magda Martins venceu isolada a prova de cadetes

Km 25,4: Magda Martins (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes) é a nova campeã nacional de cadetes, tendo-se isolado na última subida, quando acabou a resistência de Ana Rita Silva (Quintajense), segunda classificada. “Foi uma prova muito dura, a subida final nem é a pior, a grande dificuldade é a junção de todas as subidas. Na primeira volta segui com as corredoras de elite, mas não pude acompanhá-las porque os nossos andamentos são limitados. Já na última subida deixei para trás a principal adversária e venci. Estou muito contente, porque ganhei na minha primeira corrida em linha de estrada”, disse ao Jornal Ciclismo a nova campeã, betetista federada desde o começo de 2009, mas praticante de lazer há 3 anos. Depois do segundo lugar no contra-relógio, Magda Martins experimentou hoje o sabor do triunfo.

Classificação cadetes
1ª Magda Martins (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes), 48m54s (Média: 31,165 km/h)
2ª Ana Rita Silva (Quintajense), a 16s
3ª Ana Azenha (4Life/Freebike/Bike Clube S. Brás), a 1m52s
4ª Joana Monteiro (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes), a 2m54s
5ª Joana Ferreira (Silva & Vinha/ADRAP), a 7m47s
6ª Sara Carneiro (Silva & Vinha/ADRAP), a 8m04s
7ª Susana Conceição (Milharado/Intermarché Mafra), a 8m51s

Km 38,1: Ester Alves e Celina Carpinteiro estão as duas na frente à terceira passagem. Anaís Moniz segue a 5 segundos. Ana Vigário vem um pouco mais atrás, a 12 segundos da cabeça de corrida. A 30 segundos da frente está um trio: Rute Costa, Carla Cabral (MSS/Póvoa de Varzim/Maxibikes) e Catarina Anastácio. Filipa Queirós (CC Spol Caixanova) lidera a prova de juniores à entrada na última volta deste escalão.

Km 43: Ester Alves, Celina Carpinteiro e Anaís Moniz têm 55 segundos sobre o pelotão.

Km 50,8: Ester Alves isola-se e entra na última volta com 15 segundos de vantagem para Celina Carpinteiro. Anaís Moniz cedeu bastante e está a 1m40s na penúltima passagem na meta.

Km 50,8: Filipa Quierós faz a dobradinha. Depois do título no contra-relógio, sagra-se campeã nacional de fundo. A segunda classificada foi Rosa Moreira (Silva & Vinha/ADRAP) e a terceira Andreia Lopes (4 Life/Freebike/Bike Clube S. Brás). “Foram duas vitórias que há muito perseguia, estou muito feliz. É o resultado de muito trabalho e esforço. Agradeço aos meus patrocinadores, ao senhor José Dias e à Marisa, assim como aos meus pais, que muito se esforçaram para eu ter boas bicicletas e para poder treinar decentemente”, disse Filipa Queirós ao Jornal Ciclismo, após a prova.

km 61: Corrida Elite entra na sua fase final. Faltam dois quilometros para o risco.

km 62.5: Ester Alves entra isolada nos últimos 1000 metros, pedala para o título!

— Entretanto, nos cadetes, já é conhecido o novo campeão nacional: José Gonçalves (CC Barcelos) —

Meta: Sem novidade, Ester Alves renova titulo nacional Elites. Celina Carpinteiro é a segunda classificada. Rute Costa termina na terceira posição.

“É o resultado de todo o trabalho desenvolvido ao longo da temporada. Queria ajudar as minhas colegas, mas não pude facilitar. Perante a grande corredora que é a Anaís Moniz tive de atacar para não lhe dar possibilidades de vencer. Depois da participação na Grande Boucle, em que fui 21ª entre profissionais, vim aqui e venci os dois títulos. Vou descansar agora e mais adiante na temporada espero poder voltar a competir no estrangeiro, no Tour da Bretanha e no Giro da Toscana”, disse a campeã nacional ao Jornal Ciclismo.

10 thoughts on “Directo da prova de fundo feminina”

  1. A meu ver nem e a media o maior problema …mas o porque e que retiraram km a prova de cadetes femininas quando elas vão a uma prova espanhola e fazem 40 km? Sim porque as atletas femininas vão ao estrangeiro… e lá tem que competir com equipas da UCI de igual para igual fazendo os tais km…..

    desde já os meus parabéns para todas as atletas …

  2. Era bom ver esse tal Marco, fazer média de 31 km/h, numa prova de formato feminino, ou seja, convém não esquecer que elas andam muito pouco em grupo e muito menos em pelotão (porque praticamente não existe!!). Tendo em conta o circuito em que correram, bastante duro e perigoso, média de 31 para quem anda a maior parte do tempo sozinho ou com pouca companhia, diga-se, não é nada mau. De qualquer forma, apareça Marco, venha confiante, dê 5 voltas ao circuito, terei todo o gosto em o acompanhar, e depois vemos…

  3. As ciclistas Portuguesas correram este ano no estrangeiro e não deixaram ficar mal o nosso pais.Só diz que média de 31km/h é pouco quem não conheçe o percurso.(Os cadetes ´fizeram media de 33km/h)

  4. Medias de 31 km h ???
    E’ pouco??
    Se calhar n viste o percurso nem andaste nele.
    Era um percurso muito duro, media de 31km h ate e’ razoavel para elas.

  5. Como querem as ciclistas portuguesas correr em grandes voltas no estrangeiro fazendo médias de apenas 31KM\h??!
    Ganhem juízo e acordem!

  6. Parabens a nova campeã nacional…pena não existirem mais participantes. Parabens a Susana pela conquista no contra relogio, hoje fico triste não a rever no podio mas o desporto é assim nem sempre se está em alta, na proxima será melhor 😉 Agora aguarda-se o resto das classificações onde parece que será renhida nas elites

Os comentários estão fechados.