Dauphiné Libére: Evans ganha vantagem a Contador

Cadel Evans (Silence) triunfou na primeira etapa do Critérium du Dauphiné Libéré assumindo a liderança da prova directamente diante do seu rival, o espanhol Alberto Contador (Astana), segundo classificado no contra-relógio de 12,1 quilómetros nas ruas de Nancy. O duelo entre os dois pretendentes à vitória final não deixou indiferente a quem assistou à prova dada a escassa diferença cifrada no final entre registos: apenas oito segundos. Na terceira posição, e ainda na casa do mesmo minuto terminou o espanhol Alejandro Valverde (C.Epargne), vencedor do última edição. Sobre o risco, o murciano cedeu 23 segundos mas ainda assim bateu o tempo-canhão do belga Sébastien Rosseler (Quick-Step) que vigorou durante grande parte da prova.

O português Sérgio Paulinho, campeão nacional de contra-relógio, terminou a etapa na posição 33, diante do campeão do mundo Bert Grabsch (Columbia). Paulinho (Astana) cumpriu o percurso em 16m30s, terminando com mais 55 segundos que o australiano Evans.

A segunda etapa do “Dauphiné” disputa-se, sem grandes dificuldades, entre Nancy e Dijon, na distância de 228 quilómetros sendo a mais extensa ligação da prova que termina no próximo domingo.

CLASSIFICAÇÕES
1ª etapa: Nancy – Nancy, 12.1 km
Média de 46.568 km/h
1º Cadel Evans (Silence – Lotto)    15m36s
2º Alberto Contador Velasco (Astana), a 8s
3º Alejandro Valverde (Caisse d’Epargne), a 23s
4º Sébastien Rosseler (Quick Step), a 33s
5º Vincenzo Nibali (Liquigas),  a 34s
6º Frantisek Rabon (Columbia), mt
7º Christian Knees (Milram), mt
8º Benoit Vaugrenard (Française des Jeux), a 36s
9º Jose Ivan Guttierrez (C.Epargne), mt
10º David Millar (Garmin), a 37s

33º Sérgio Paulinho (Astana)    a 59s