Armstrong teme agressões no Tour

Armstrong antecipa a estrada em provas de btt | Foto: DR
Armstrong antecipa a estrada em provas de btt | Foto: DR

Numa extensa entrevista ao britânico Guardian, Lance Armstrong revela algum sentimento de insegurança quando aborda a sua eventual participação na Volta a França. O campeão texano confessa que em França, no Tour, “há agressividade e cólera”. “Se levarmos à letra aquilo que se lê a minha segurança pessoal pode estar comprometida. O ciclismo é um desporto aberto e de espectadores na berma da estrada. Tento acreditar que o público, mesmo não me apreciando, deixará a corrida desenrolar-se”, referiu.
A entrevista prolonga-se sobre os diversos aspectos da vida desportiva de Armstrong que, em Setembro, anunciou o regresso à alta competição, após três anos de paragem.
Questionado sobre as sensações do seu final de carreira e no presente, Armstrong confessou que “fisicamente se encontra muito melhor. E mentalmente não há comparação. Estou muito mais forte e motivado. A motivação de 2008 é semelhante à motivação de 1999 [ano da primeira vitória no Tour].