Crise no ciclismo europeu ?

O ciclismo internacional apresenta indícios de uma ligeira crise . Depois de anunciada a extinção na próxima temporada, da equipa da Delko, por evidentes dificuldades financeiras, é agoira a .vez da Vini Zabu ter anunciado algumas dificuldades na continuidade da equipa para o próximo ano.

A nível do World Tour também a Qhubeka NextHash está em vias de acabar.

Mas a crise poderá afetar as organizações em Espanha, em especial na Vuelta, dada a dificuldade das empresas públicas poderem conceder patrocínios, face à nova legislação aprovado pelo Parlamento espanhol. As empresas Correos, Renfe e as lotarias nacionais, patrocinadores relevantes da Vuelta poderão vir a não apoiar no futuro eventos deste tipo. Por lei, agora criada, nenhuma empresa pública poderá destinar mais de 2% do se resultado bruto a todo o tipo de patrocínios ou publicidade.