Douro : Mauricio Moreira aguentou com tudo e todos – Amado venceu etapa

Depois do C/R matinal, a partida da 4ª etapa, debaixo de grande calor, estava sob alguma tensão, mau grado o reforço na liderança de Mauricio Moreira, com muitos ciclistas a recorrerem a uma breve sessão de rolos para um aquecimento, do que se antevia poder ser uma etapa nervosa. As expetativas, essas não foram goradas.

Logo à partida, na descida de Resende para a Régua, foram muitas as tentativas até que seis ciclistas conseguiram escapar: Emanual Duarte e Grigoriev ( ambos Tavira), Gonçalo Amado ( Feirense), Gaspar Gonçalves ( Tavfer), Hugo Nunes e Gonçalo Carvalho ( ambos RP). O grupo entendeu-se bem e a vantagem era de 3.20 à entrada da subida para a Pesqueira, a cerca de 20 kms para a meta. Na frente, a Radio Popular – Boavista buscava a liderança por equipas, cá atrás a corrida era outro. O andamento subida acima foi diabólico o pelotão fragmentou-se, numa altura em que Daniel Freitas avariou e perdeu o contacto com o primeiro grupo. Mauricio Moreira viria a responder a tudo e todos, e na parte final da corrida conseguiram isolar-se o camisola amarela, José Neves e Joaquim Silva, que ganhariam 13 segundos ao chamado pelotão, comandado por Luis Gomes.

No final, Maurício dava mostras de poder com tudo e todos, neste Prémio do Douro, bem apoiado pela sua equipa. No grupo da dianteira , Gonçalo Amado foi o melhor do grupo dos fugitivos, à frente de Gonçalo Carvalho, mas sem que nenhum dos que tinha concretizado a escapada, tivesse tempo para incomodar fosse quem fosse.

Amanhã, na ligação de Tabuaço a Lamego e pela aragem da carruagem não se perspetivam grandes alterações.

Classificação: