Volta à Suíça está à porta

O Tour da Suíça vai para a estrada de 6 a 13 de junho, e será o grande e último desafio antes da realização do Tour de França, fazendo parte da 84ª edição, duas etapas de contrarrelógio, com quase 18 mil metros de subida acumulada.

Grandes nomes vão fazer parte da prova, e o mais snante será o regresso à competição deTom Dumoulin da Jumbo-Visma, depois de ter anunciado uma pausa em janeiro. Outros nomes como o campeão mundial Julian Alaphilippe da Deceuninck-QuickStep, o britânico Adam Yates, o equatoriano Richard Carapaz da Ineos Grenadiers, ou o holandês Mathieu Van der Poel da Alpecin-Fenix, também estarão na linha dos potenciais favoritos.

A 84ª edição do Tour da Suíça para além das 19 equipas do World Tour, irá ter como convidadas a Alpecin-Fenix, Rally Cycling e Total Direct Energie, e pela primeira vez vai haver uma prova feminina, numa altura em que o pelotão que vai participar no Tour de França, se dividiu entre o Critério do Dauphiné e o Tour da Suíça. A prova teve como último vencedor, em 2019, o colombiano Egan Bernal, que este ano se consagrou o vencedor do Giro, e vai falhar o Tour de França.   

A edição deste ano que vai ter parte do percurso inicialmente planeado para 2020, vai ter 1013 quilómetros de extensão, com 17.844 metros de subida acumulada, terá duas etapas de contrarrelógio, na etapa de abertura, com 10,9 km, e uma no penúltimo dia, com 23,2 km, duas etapas duras nas montanhas, a 5ª etapa, em Sedrun, com chegada ao alto, e a última, em Andermatt.

As etapas:

Etapa 1 – 6 de junho – Frauenfeld – Frauenfeld – 10,9 km

Etapa 2 – 7 de junho – Neuhausen at the Rhine Falls – Lachen – 173 km

Etapa 3 – 8 de junho – Lachen – Pfaffnau – 185 km

Etapa 4 – 9 de junho – St. Urban – Gstaad – 171 km

Etapa 5 – 10 de junho – Gstaad – Leukerbad – 172 km

Etapa 6 – 11 de junho – Fiesch – Disentis–Sedrun – 162 km

Etapa 7 – 12 de junho – Disentis–Sedrun – Andermatt – 23,2 km

Etapa 8 – 13 de junho – Andermatt – Andermatt – 118 km

José Morais