Memorial Bruno Neves : Daniel em triunfo de Mestre

Daniel Mestre vence Memorial Bruno Neves

Daniel Mestre deu um novo triunfo à W52 – FC Porto, na 12ª edição do Memorial Bruno Neves, uma prova curta, apenas 120 kms, mas que nunca teve sossego.

O andamento da corrida foi desde o km 0 até o final sempre no limite , tendo como resultado final que apenas seis ciclistas das equipas de clube conseguiram terminar a competição. Uma fuga de sete ciclistas Pedro Pinto (TavFer – Mortágua), Mauricio Moreira (Efapel), Samuel Blanco( Atum General-Tavira), Luis Gomes ( Kelly) Ricardo Vilela (W52-FCP) Cesar Paredes( Louletano) e Gonçalo Carvalho( RP _ Boavista) juntou-se na frente da corrida, com uma vantagem de cerca de 45 segundos, quando o pelotão foi desviado num pequeno engano de percurso. Obrigado a fazer meio volta, a fuga rapidamente passou para dois minutos, aumentando depois até os quatro minutos. Na frente Ricardo Vilela não puxava, enquanto atrás a sua equipa perseguia.

O último dos fugitivos a ser alcançado seria Gonçalo Carvalho, que teimou mas sem êxito, chegar isolado a Oliveira de Azeméis. Já na parte final, foi ainda Henrique Casimiro que tentou se escapar, mas os constantes ataques do pelotão acabou com as veleidades do ciclista alentejano. Numa chegada inédita na prova, Daniel Mestre atacou no lugar certo, antes da curva para meta a venceu com alguma folga, á frente de Rafael Silva e Thomas Contte do Louletano.

A prova, disputada num percurso difícil, que obriga a um trabalho aturado da organização, teve alguns problemas sanáveis, mas que poderão no futuro ser evitáveis, com um percurso mais ciclável.