Lotto-Soudal de mal a pior

A equipa do Lotto-Soudal parece não acertar com o Giro . Depois dos problemas no ano passado, quando encabeçou uma greve, no início de uma etapa, voltou este ano disposta a dar uma resposta positiva ao organizador. Até o conseguiu em parte. Ganhou duas etapas com Caleb Ewan, que com a camisola roxa de líder dos pontos, acabaria por abandonar, de forma pouco clara.

Depois os seus colegas foram saindo pela porta pequena e hoje, foi a vez de Thomas de Gendt também abandonar, reduzindo o plantel da formação belga a dois ciclistas. De mal a pior, assim vai a equipa belga que aposta apenas nos sprints, como imagem de marca.