Caleb Ewan sob fogo cruzado

Já tínhamos deixado nestas colunas, o nosso desagrado pela forma simples como Caleb Ewan, abandonou o Giro. Vencedor de duas etapas, leader da camisola Cyclamen, camisola roxa da regularidade, o ciclista da Lotto abandonou , alegando dores no joelho.

Eddy Merckx num artigo publicado num jornal belga condenou fortemente a atitude do australiano:

Aquilo que fez Caleb Ewan incomoda-me bastante. Penso que o seu abandono é uma total falta de profissionalismo e uma falta de respeito para com a organização do Giro e o ciclismo. Merecia uma sanção, como, por exemplo, retirar-lhe todos os prémios. Se fosse com o antigo patrão do Tour, Félix Levitan , as coisas seriam sérias, e certamente lhe diria para não participar nos anos seguintes na sua prova. ” O curioso é que o filho do antigo campeão, Axel também partilha da mesma opinião do pai:

O simples facto de abandonar sem mostrar as verdadeiras provas de uma dor de joelho, é uma total falta de respeito para com o organizador.” rematou o diretor desportivo da Hageons.