Giro: Sagan reviveu velhos tempos ?

Pouco antes do dia de descanso, Peter Sagan venceu a décima etapa do Giro. O eslovaco do BORA-hansgrohe concluiu de forma soberba o grande trabalho dos seus colegas de equipa, nos últimos quilómetros da etapa. Na luta pela liderança, Remco Evenepoel aproximou-se de Bernal… ganhou um segundo num sprint bonificado. A luta pelos segundos está ao rubro.

AFP
Sagan venceu folgado a10ª etapa, à frente de Gaviria.

Sagan esteve colossal, arrancando depois de ter negociado uma curva em plena velocidade, não deu hipótese à concorrência. Uma queda de um ciclista da DSM, acabou por seccionar o pelotão , e foi um grupo reduzido que discutiu o triunfo. Na luta pela camisola da regularidade, Sagan já comanda com 108 pontos, mais 17 que Gaviria e Cimolai.

Na luta pelos segundos, num sprint bonificado Narvaez foi em socorro de Bernal, foi o primeiro a passar o risco, arrecadou tês segundos, impedindo Remco de ser o vencedor. Logo na sua roda, Bernal foi terceiro. Um segundo separou os dois homens., mas foi um dos pontos fortes do dia. Grão a grão enche a galinha o papo, já lá diz o ditado.

Os portugueses terminaram integrados no pelotão, seguindo-se amanhã o primeiro dia de descanso.