Prémio JP Monseré: Merlier vencedor com cavendish à perna

Alpecin-Fenix ??novamente rebatida: Tim Merlier vence o GP Monseré à frente de Mark Cavendish
Tim Merlier foi o vencedor, com Cavendish a espreitar…

Jean Pierre Monseré foi hoje, mais uma vez recordado, com uma prova pontuável para a Taça da Bélgica, com o seu nome, e que os belgas querem perpetuar.

Em tempos de pandemia, a competição ganhou mais protagonismo, as provas não são muitas e há que aproveitar. Muitas quedas, uma constante nas provas internacionais, com estradas estreitas e um vencedor ao sprint, com Tim Merlier a obter o seu segundo triunfo da temporada e a marcar uma nova referência para a Alpecin-Fenix que, será bom lembrar não quer viver só à custa de Van der Poel.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa e em pé

Agradável, diremos mesmo sensacional, foi o segundo lugar de Marc Cavendish, que partiu um pouco tarde para a discussão, e sem grande na fase decisiva do sprint. Cavendish voltou a sprintar para os primeiros lugares, com o seu estilo muito peculiar, formando um bloco com a máquina, qual gato felino. Uma grande alegria para a sua legião de adeptos, e uma aposta ganha, quer pelo ciclista, quer pela Deceuninck, mesmo tendo em linha de conta, que não estavam presentes os melhores sprinters do pelotão. Aliás, sem roubar mérito ao triunfo de Tim Merlier, Cavendish foi o homem do dia.

Classificação:

1 MERLIER Tim Alpecin-Fenix 4:34:44
2 CAVENDISH Mark Deceuninck – Quick Step ,,
3 DUPONT Timothy Bingoal – Wallonie Bruxelles ,,
4 BARBIER Pierre DELKO ,,
5 MINALI Riccardo Intermarché – Wanty – Gobert ,,
6 BOUDAT Thomas Team Arkéa Samsic ,,
7 WARLOP Jordi Sport Vlaanderen – Baloise ,,
8 VERMEULEN Emiel Xelliss – Roubaix Lille Métropole ,,
9 MARIT Arne Sport Vlaanderen – Baloise ,,
10 ÄRM Rait Equipe continentale Groupama- ,,
11 VAN SCHIP Jan-Willem BEAT Cycling ,,
12 RASCH Jesper SEG Racing Academy ,,
13 WILLEMS Thimo Sport Vlaanderen – Baloise ,,
14 MOZZATO Luca B&B Hotels p/b KTM 5 7 ,,
15 SAJNOK Szymon Cofidis, Solutions Crédits 5 6 ,