“Craque” do ciclocrosse não acredita em vitórias “limpas” nas grandes corridas por etapas

O vice-campeão do Mundo e actual líder da Taça do Mundo de ciclocrosse, o belga Niels Albet, surpreendeu os meios velocipédicos ao afirmar, taxativamente, que “é impossível ganhar uma grande volta sem utilizar produtos proibidos”. Com escassa experiência na estrada, o ciclista da Palmans-Cras, compara as duas disciplinas do ciclismo nos seguintes termos: “No Tour rodas durante três semanas a 42 km/h, às vezes com três ou quatro montanhas. É humano? No ciclocrosse temos de ir no máximo durante uma hora, mas depois acabou-se. Não digo que a nossa modalidade seja cem por cento limpa, mas creio que o será em grande parte”. As palavras do belga foram proferidas durante uma entrevista à publicação flamenga Humo.