Caso Armstrong: UCI contesta Dick Pound, ex-director da AMA

Dick Pound
Dick Pound

A União Ciclista Internacional (UCI) contesta as declarações de Dick Pound, ex-director desportivo da Agência Mundial Anti-dopagem a propósito do caso “Armstrong”. Pound, citado na imprensa internacional, considerou que os vinte minutos sem vigilância do corredor por parte do médico da AFLD responsável pelo controlo são passíveis de violação das regras anti-dopagem.

“A UCI nota, com lamento, que uma vez mais Dick Pound reservou os seus julgamentos de opinião para elementos de ciclismo, quando declina utilizar a mesma linha de tratamento com outros desportos, como aqueles que, recentemente, decidiram pura e simplesmente recusar a aplicação do programa de localização de atletas”, pode ler-se em comunicado.

A mesma instituição refere ainda que, “perante mais este ataque ao ciclismo, a UCI convida o antigo presidente da AMA a reconhecer o valor do compromisso de um desporto que sofreu com a dopagem e que se tem dedicado a lutar contra o fenómeno, numa luta que é benéfica para o mundo do desporto”.