Armstrong garante presença no Giro e teme exclusão do Tour

O estadunidense Lance Armstrong anunciou que está presente na Volta a Itália, apesar de ainda estar em recuperação da tripla fractura da clavícula direita, contraída devido a queda na Volta a Castela e Leão. O ciclista da Astana mostra-se menos optimista quanto a uma participação na Volta a França, admitindo que “há uma alta probabilidade” de ser proibido de participar no Tour. Em causa está o procedimento disciplinar que poderá ser aberto pela Agência Francesa de Luta Antidopagem (AFLD), que acusa o colega de Sérgio Paulinho de ter cumprido os procedimentos obrigatórios durante um controlo surpresa. Durante 20 minutos, Lance Armstrong ausentou-se da presença do médico inspector, um procedimento ilegal à luz dos regulamentos. O ciclista alega que teve autorização do médico para ir tomar banho enquanto o seu técnica verificava a identidade do inspector. O presidente da UCI, Pat McQuaid, acusa a AFLD de falta de profissionalismo neste caso.