Daniel Freitas soma e segue

Mais de 200 jovens coloriram domingo velocipédico
Mais de 200 jovens coloriram domingo velocipédico

Duas corridas, duas vitórias. O percurso do júnior Daniel Freitas (Silva & Vinha/ADRAP) em 2009 é cem por cento vitorioso. Depois de ganhar a prova de Abertura, em Benavente, o corredor da equipa de Penafiel venceu, este domingo, a corrida de juniores do Prémio ACR Roriz, em Barcelos. Daniel Freitas cumpriu os 45 quilómetros em 57m10s, menos 21 segundos do que Bruno Borges (LA Sistemas/Trevomar), segundo classificado. A equipa organizadora, Seissa/Roriz/Givec, conseguiu o último lugar do pódio por intermédio de João Matias, que gastou mais 2m14s do que o vencedor.

Entre os juniores triunfou o campeão nacional de contra-relógio, Luís Sousa (Pato Cycles/Jaba/Arca de Noé), que percorreu os 30 quilómetros da corrida em 52m09s, batendo o campeão nacional de fundo, João Pinto (Silva & Vinha/ADRAP), por 4 segundos. José Gonçalves (CC Barcelos/AFF Electrodomésticos) foi o terceiro, com 1m00s a mais do que o vencedor.

Esta sétima edição do Prémio de Roriz juntou mais 200 ciclistas, rapazes e raparigas, de todos os escalões de formação até aos juniores. Na prova de iniciado assistiu-se ao domínio da Silva & Vinha/ADRAP, que venceu tanto em masculinos como em femininos, através de Tiago Ferreira e Ana Santos, respectivamente. André Carvalho (EC Carlos Carvalho) e Vera Machado (Seissa/ACR Roriz/Givec) triunfaram em infantis. Nos juvenis destacaram-se João Fernandes (EC Carlos Carvalho) e Sara Carneiro (Silva & Vinha/ADRAP).

O Prémio de Roriz foi a primeira prova pontuável para o Troféu Revelações, uma espécie de taça regional organizada pela Associação de Ciclismo do Minho.

Foto: ACM