Alberto Contador entra a “matar” no Paris – Nice

O espanhol Alberto Contador (Astana) começou o Paris – Nice a todo o gás, vencendo hoje o prólogo daquela competição francesa. Contador cumpriu o contra-relógio individual de 9,3 quilómetros em 11m05s, à média de 50,352 km/h. O britânico Bradley Wiggins (Garmin-Slipstream) foi o segundo, gastando mais 7 segundos. O primeiro pódio da corrida encerrou com o campeão espanhol de contra-relógio, Luis León Sánchez (Caisse D’Epargne), cujo registo foi pior 9 segundos do que o de Contador. O único português presente, campeão nacional da especialidade, Sérgio Paulinho (Astana) foi o17º classificado, terminando o prólogo com mais 31 segundos do que o companheiro de equipa e primeiro líder da corrida.

Amanhã deverá ser a vez de os sprinters dizerem de sua justiça, pois os 195,5 quilómetros da etapa que liga Saint Brisson-sur-Loire a La Chapelle-Saint-Ursin não apresentam grandes dificuldades montanhosas, mas apenas duas contagens de terceira categoria.

Classificação

1º Alberto Contador (Astana), 11m05s
2º Bradley Wiggins (Garmin-Slipstream), a 7s
3º Luis León Sánchez (Caisse D’Epargne), a 9s
4º Tony Martin (Team Columbia-High Road), a 11s
5º David Millar (Garmin-Slipstream), a 14s
6º Joost Posthuma (Rabobank), a 18s
7º Sylvain Chavanel (Quick Step), a 19s
8º Antonio Colom (Katusha), a 19s
9º Vladimir Karpets (Katusha), a 21s
10º Remi Pauriol (Cofidis), a 22s

3 thoughts on “Alberto Contador entra a “matar” no Paris – Nice”

  1. O Contador sempre foi um excelente contra-relogista. A sua primeira vitória foi num prólogo, a sua primeira grande vitória foi num prólogo também. Normalmente os trepadores trabalham para se tornarem bons no CR. No caso do Contador foi o contrário, ele é um Contra Relogista que começou a trepar como poucos conseguem. Esta vitória não significa que ele esteja já numa forma extraordinária.

Os comentários estão fechados.