Américo Silva: “Foi o Garzelli que encostou o Manuel Cardoso às barreiras”

O português Manuel Cardoso (Liberty Seguros) sofreu hoje uma aparatosa queda quando disputava os primeiros lugares na Clássica de Almeria, Espanha. “Quando o Manuel Cardoso ia a passar pelo Stefano Garzelli, o italiano encosta-o às barreiras e provoca a queda. Tendo em conta que o Garzelli foi o terceiro classificado, se não fosse este acidente, o Manuel Cardoso seria, pelo menos, terceiro, embora pudesse ainda conseguir algo mais”, lamentou o director-desportivo da Liberty Seguros, Américo Silva, em declarações ao Jornal Ciclismo.

Dorido pela queda, o sprinter não foi ainda sujeito a qualquer radiografia. Irá permanecer em repouso durante 24 horas e amanhã, no caso de persistirem sintomas dolorosos, será sujeito a exames de despistagem de qualquer lesão. Neste momento, o corredor está queixoso da zona das costelas, podendo ser apenas uma contusão resultante da queda ou uma fractura ou fissura. A evolução do estado físico de Manuel Cardoso nas próximas horas será determinante para saber-se se o natural de Paços de Ferreira tem condições para participar na Volta a Múrcia, que começa na quarta-feira.

Queda em Almeria - Foto Sabine Jacob
Queda em Almeria - Foto Sabine Jacob

Além da queda de Manuel Cardoso, a Clássica de Almeria ficou marcada por um outro acidente, quando faltavam cerca de 70 quilómetros para a chegada. Nessa altura, uma espectadora foi atropelada pelo pelotão, dando-se aí um corte que acabou por partir por completo a corrida e por provocar ferimentos com alguma gravidade na senhora. Toda a equipa da Liberty passou fisicamente incólume a este incidente.