Pat McQuaid: “2009 será um bom ano”

O presidente da União Ciclista Internacional (UCI), Pat McQuaid crê que 2009 será um “bom ano” para o ciclismo. Entrevistado na Califórnia, o dirigente irlândes, deposita as suas confianças no passporte biológico ferramente que deverá começar a ser aplicada em breve. “É uma questão de dias ou semanas. Disse que avançaria em Dezembro ou em Janeiro, mas é difícil prever com exactidão as primeiras sanções por são demasiados parâmetros em jogo”, avaliou McQuaid.
“Acredito que 2009 será um bom ano para o ciclismo, não creio que haja os grandes escândalos, implicando corredores de topo como nos últimos anos. Os controlos positivosa EPO/Cera no último Tour foram uma mensagem enviada ao mundo do desporto: já ninguém pode crer que um qualquer produto possa ser indetectavel”, acrescentou.

McQuaid também se pronunciou sobre os programa de internos de controlos anti-dopagem das equipas: “Não creio que sejam necessário. Com o passaporte biológico, no qual as equipas já investiram bastante, já não é necessário, os melhores do mundo estão monotorizados de idêntica forma. E uma larga maioria corre” limpa”, se calhar mais do que na maior parte dos desportos. Além do mais, a UCI deve manter-se como autoridade que controlo e regula a política anti-dopagem”.