CONI relaciona DNA de Alejandro Valverde com Operação Puerto

O Comité Olímpico Nacional Italiano (CONI) solicitou a comparência do espanhol Alejandro Valverde a 16 de Fevereiro diante da Comissão Nacional Anti-dopagem Italiana, num primeiro passo para a abertura de um procedimento contra o corredor italiano. Segundo a edição online da Gazzetta dello Sport, Valverde terá sido já convocado por aquela entidade a fim de prestar contas após verificada a coincidência de DNA após uma amostra recolhida do controlo anti-dopagem – efectuado na passagem da caravana da última Volta a França por Prato Nevoso (Itália) – e a famosa bolsa nº 18 (“Valve-Piti”) encontrada no escritório de Eufemiano Fuentes em Espanha na “Operação Puerto”.

Fonte: Gazzetta dello Sport