Taça das Nações: Amaro Antunes é 10º na Toscana

Amaro Antunes, décimo classificado na geral, é o melhor corredor da Selecção Nacional/Liberty Seguros depois de disputada a segunda etapa da Toscana – Terra de Ciclismo, uma ligação de 164,3 quilómetros entre Follonica e Casciana Alta, ganha pelo francês Rudy Molard, que coroou de braços no ar uma fuga empreendida nos últimos dez quilómetros. O cazaque Alexey Lutsenko foi o segundo e ascendeu ao comando da geral desta prova da Taça das Nações de Sub-23.

Numa tirada corrida a velocidade alucinante – média superior a 43 quilómetros por hora -, sucederam-se as tentativas de fuga, constantemente anuladas pelo pelotão. Os portugueses estiveram particularmente activos, sobretudo Fábio Silvestre e José Gonçalves, que integraram algumas escaramuças. Apesar disso, os corredores da Selecção Nacional/Liberty Seguros não conseguiram marcar presença na fuga decisiva. Melhor sorte teve o francês Rudy Molard, que atacou num grupo de doze unidades, resistiu à perseguição e venceu. Na segunda posição colocou-se Alexey Lutsenko e na terceira o espanhol Jordi Simon.

A alta velocidade fez mossa no pelotão, acabando por ser um grupo restrito que chegou no encalço dos quatro homens que aguentaram a fuga até ao final. Nesse grupo, que cortou a meta nove segundos depois do vencedor, integraram-se três portugueses: José Gonçalves, 16.º, Amaro Antunes, 19.º, e Guilherme Lourenço, 39.º. Com o desempenho de hoje, Amaro Antunes trepou na geral individual, sendo agora o melhor luso, na décima posição, a nove segundos do camisola vermelha, símbolo da liderança.

“Foi um dia muito duro. Correu-se vertiginosamente. Houve ataques constantes aos quais tivemos sempre de responder, integrando as movimentações ou perseguindo quando não lográvamos estar representados nas fugas”, conta o seleccionador nacional, José Poeira.

Amanhã corre-se a etapa-rainha, 145,1 quilómetros entre Lucca e Montecatini Terme. O percurso é extremamente acidentado, com uma contagem de montanha de primeira categoria, uma de segunda e três de terceira, a última a cerca de dez quilómetros da chegada.

O seleccionador nacional está confiante para esta jornada. “Tanto o Amaro Antunes como o Guilherme Lourenço estão bem e poderão estar com os melhores. Como o Amaro não perdeu tempo nas duas primeiras tiradas é a nossa aposta para lutar por um bom lugar na etapa e na geral”, revela.

CLASSIFICAÇÕES
2.ª Etapa: Follonica – Casciana Alta, 164,3 km
1º Rudy Molard (França), 3h47m56s (Média: 43,313 Km/h)
2º Alexey Lutsenko (Cazaquistão), mt
3º Jordi Simon (Espanha), a 3s
4º Jacub Novak (Rep. Checa), a 5s
5º Enrico Battaglin (Itália), a 9s
16º José Gonçalves (Portugal), mt
19º Amaro Antunes (Portugal), mt
39º Guilherme Lourenço (Portugal), mt
101º Fábio Silvestre (Portugal), a 1m54s
116º Diogo Nunes (Portugal), a 6m38s
121º Daniel Freitas (Portugal), a 15m37s

Geral Individual
1º Alexey Lutsenko (Cazaquistão),
2º Sean de Bie (Bélgica), a 9s
3º Sonny Colbrelli (Itália), mt
4º Alexey Tsatevich (Rússia), mt
5º Youcef Reguigui (Argélia – Equipa Mista), mt
10º Amaro Antunes (Portugal), mt
12º José Gonçalves (Portugal), mt
53º Guilherme Lourenço (Portugal), a 54s
89º Fábio Silvestre (Portugal), a 2m25s
114º Diogo Nunes (Portugal), a 9m51s
121º Daniel Freitas (Portugal), a 15m37s

11 thoughts on “Taça das Nações: Amaro Antunes é 10º na Toscana”

  1.  “Preparei a época a pensar nesta corrida. O senhor Poeira apostou em mim e os meus colegas ajudaram-me sempre, pois sem eles não conseguiria a vitória na etapa e o lugar no top 10. Estou muito feliz e dedico este resultado àqueles que sempre me apoiaram e não aos outros, que são mais, que me tentaram deitar abaixo”, afirmou, depois de subir ao pódio, Amaro Antunes. (em declarações no site da federação… vê-se e sente-se a revolta de quem além de ter que bater os adversários estrangeiros ainda tem que bater e se preocupar com quem deveria estar a apoiá-lo em vez do contrário e que ele até infelizmente considera mais que os que apoiam… felizmente desta vez um dos melhores valores nacionais conseguiu calar a inveja e a estupidez incompreensível de quem ataca gratuitamente). 

  2. Subscrevo na totalidade o Marinheiro, tenham vergonha, Viva Portugal, viva a todos os atletas , parabens ao Amaro. Os atletas tem de ser avaliados por um todo, não na vespera da corrida como foi dito, quem aqui comenta não tem de ser ciclista treinador ou seja lá o que for, basta ter opnião e tem o direito de a ver respeitada, quanto ao Marinheiro dá o seu nome , coisa que tu e eu não estamos a fazer, portanto respeitem as pessoas. Que te garanto que já fez mais pelo ciclismo em apoiar o seu filho que tu que só sabes mandar bitaites, ou tambem já ganhaste provas da taça do mundo tu e os teus, ou algum deles representa uma equipa de primeira linha mundial, tenham paciencia.

  3. E cada um , o que aqui se esta a falar de quem comenta, mas sim do atleta , que e mercedor, boa aposta do Poeira, esta visto Amaro boa sorte, atleta Portugues a representar Portugal,, ao mais alto nivel . atleta de varias etapas, a trepar ainda melhor, esta visto que vai melhorar ainda, as vedetas ou apostas dos presentes comentadores ,estão fora de corrida,Tanta guerra e acabou por sair o tiro pela culatra, Força Portugal Força AMARO

  4. Se o jovem não andou nesses 2 anos mas reinou em juniores, se o selecionador o abandonasse não passava de um observador de classificações em vez de seleccionador. Há tempo de adaptação, mas no final e se forem dadas as oportunidades correctas para a correcta progressão o que é bom vem sempre ao de cima e para bem da estrada, o trabalho lá é bem feito e nota-se bem e em especial no trabalho e apoio que têm feito a este atleta. Usar apenas o que anda na actualidade não é projecto e nunca dará frutos, apenas afastará os verdadeiramente bons atletas seja do que forem por desmotivação e sempre se estará na mediania. Admiro o trabalho do seleccionador de estrada. Quanto ao sofá… epá, depois de ter lido barbaridades e ataques gratuitos sobre a convocatória deste atleta, apeteceu-me dizer que foi dito por tipos do sofá, e só fiz esse primeiro post com única intenção de tratar mal os tipos que deitam abaixo um atleta de valor que toda a gente admira por serem tipos maus e de sofá. Esse mario que escreve aí atrás é um deles… está doidinho, e mostra bem isso no post dele, para que o puto falhe para o vir aqui atacar, mesmo que o falhanço que ele quer não sirva nem o ciclismo nacional nem ninguém que realmente goste de bom coração de ver os nossos a brilhar contra os outros, apenas servirá a porcaria da picardia e da teimosia de tipos invejosos. Não fui ciclista nem nunca pretendí ser… talvez aí a diferença para os frustrados que concerteza foram ou quiseram ser e não tendo sido ou não tendo feito nada lá, vingam a frustração nos bons… desses deve estar isto cheio!

  5. Paulo Marinheiro, podes ter razão em tudo o que dizes, mas, o que foste tu enquanto ciclista??
    NADA!!

    Podes perceber muito de muita coisa, mas quanto a experiência no terreno nada tens, por isso não refiras os pedalantes do sofá porque tu mesmo não passas disso! Vê se começar a ter mais respeito pelos outros, até porque já tens problemas que chegue relacionados com essa mania.

  6. O Amaro está onde deveria estar, força puto que vales o que vales, manda uma estalada de luva branca nestes arrogantes que nada percebem de ciclismo e em especial no Poeira que não apostou em ti na volta o ano passado.

  7. Só espero é que não armem barracada no final quando se virem as classificações…

  8. Paulo marinheiro … primeiro respeito tens zero, segundo o premio ainda não acabou, terceiro esta andar muito bem em italia, mas tambem e certo que desde que passou a sub-23 ainda nao tinha feito nada, em junior dou-te razao, mas não olho para a 4 anos atras, mas sim para este ultimo e para este, e amaro antunes por muito que te custe foi um ciclista como muitos outros, diferença nunca conseguiu fazer, mas fico contente que ele fico nos primeiros, mas não e justo para quem andou bem mais que ele nos 2 anos e não esta em Italia, se tens o minimo visão, ves que o que estou a dizer e verdade, agr se es daqueles que so por ser teu amigo ou assim não consegues ver a verdade. mas ainda nao acabou e espero vir aqui dizer que apesar de nao mereçer estar la foi uma boa solucção, pois não mereçe minimamente. Parabens ao Amaro e a toda a selecção.

  9. os três primeiros portugueses da geral são os que mereciam lá estar por mérito e ainda bem que se confirma por aquilo que fazem . podia-mos fazer melhor , mas daqui a 24 horas vão ver a classificação geral .

  10. Onde estão os tipos que há dias atacavam este jovem a propósito da apresentação das selecções como se ele fosse de outro país qualquer ou inimigo a abater e não um dos melhores portugueses e com melhor palmarés nas camadas jovens e com mais potencial para andar igual ao que fez em júnior no futuro???? Todos calados pela classe de sempre deste míudo… e bem calados! Isto está cheio de pedalantes de sofá que nada sabem e falam, falam e deitam abaixo sem propósito nenhum… só uma rata cega não vê o imenso potencial e categoria deste miúdo vencedor, fantástico e entusiasmante ciclista desde as categorias jovens… só ratas cegas ou os tais pedalantes de sofá e de sites que nunca o viram correr… calou-os a todos… e ainda falta as etapas onde ele melhor pode explanar as suas melhores qualidades como a de amanhã a subir… como diz um animal que conheço: CALUUUUUDA!!!!!!

Os comentários estão fechados.