Taça das Nações: Daniel Freitas 10º na primeira etapa

Daniel Freitas foi o melhor português na primeira etapa da Toscana – Terra de Ciclismo, terminando a tirada de 148 quilómetros, com partida e chegada em Grosseto, na décima posição, com o mesmo tempo do belga Sean de Bie, vencedor ao sprint.

Depois de uma longa escapada, que chegou a ser composta por doze elementos, ter sido anulada já dentro dos últimos dez quilómetros, assistiu-se à preparação de uma chegada ao sprint, prejudicada por duas quedas, nos derradeiros cinco quilómetros. O português Diogo Nunes foi um dos acidentados. Imune às consequências deste incidente, o mais rápido foi o belga Sean de Bie, que suplantou o argelino Youcef Reguigui e o cazaque Alexey Lutsenko, segundo e terceiro, respectivamente, concluindo a viagem em 3h26m46s, à média de 43,063 km/h.

A Selecção Nacional/Liberty Seguros encarou com ambição a primeira etapa desta corrida da Taça das Nações de Sub-23. Os comandados de José Poeira ajudaram a anular a fuga do dia, tentando proporcionar a Daniel Freitas a oportunidade de discutir o sprint final. “Acabámos por ter algum azar, uma vez que as quedas nos quilómetros finais desorganizaram o pelotão. O Diogo Nunes caiu e o Guilherme Lourenço também ficou preso numa das quedas. Já não conseguimos colocar o Daniel Freitas tão bem quanto esperávamos”, explicou o seleccionador nacional.

Além do décimo posto de Daniel Freitas – quarto melhor jovem da competição -, Portugal viu mais três corredores chegarem no pelotão da frente: Amaro Antunes (16.º), Fábio Silvestre (27.º) e José Gonçalves (32.º). Guilhere Lourenço foi 92.º, a 45 segundos, e Diogo Nunes chegou em 117.º, a 3m13s.

Amanhã corre-se a segunda tirada, 164,3 quilómetros, desde Follonica até Casciana Alta, que será marcada por algum sobe e desce, mas só duas ascensões contam para o prémio da montanha, ambas distantes da meta.

Fonte: UVP-FPC

6 thoughts on “Taça das Nações: Daniel Freitas 10º na primeira etapa”

  1. bom começo para portugal espero que a queda nao afete o diogo nunes ..força malta

  2. Mais um bom lugar de um grande ciclista português… Mais uma para calar a boca a muita gente.. Força campeão!

  3. ate o seleccionador lhe dá doping.
    Esse gajo é das piores coisas do ciclismo portugues.
    nao faz um ano sub 23 por suspensao de DOPING e vem logo para a barbot efapel e é chamado á selecçao?
    e aqueles que andam a treinar ele passa-lhes assim á frente?
    vergonha

Os comentários estão fechados.