Equipa de Blanco, Menchov e Sastre com o futuro em risco

A Geox-TMC corre o risco de não chegar a sair para a estrada, escreve hoje o jornal italiano Gazzetta dello Sport. Corredores como o quádruplo vencedor da Volta a Portugal David Blanco, o vencedor do Tour Carlos Sastre e o vencedor do Giro e da Vuelta Denis Menchov podem ver-se no desemprego, embora o periódico transalpino refira a possibilidade de Sastre e Menchov serem acolhidos na RadioShack.

A incerteza quanto ao futuro imediato da Geox-TMC nasce do facto de a equipa não ter garantido um lugar na primeira divisão do ciclismo, aquela que dá acesso imediato às melhores corridas. A Geox e a TMC investiram no projecto atraídas pela ideia de se publicitarem nas provas de maior nível, algo que, com a licença Continental Profissional obtida, está dependente da boa vontade dos organizadores.

De acordo com a Gazzetta dello Sport, os principais patrocinadores terão abertura para se manterem no projecto, mas pretendem que Mauro Gianetti, dono da licença da equipa, ceda o poder a Alvaro Crespi. Como o helvético não parece disposto a deixar o comando das operações, a situação poderá complicar-se. Uma clarificação deverá surgir nas próximas duas semanas, estima o jornal italiano.

A equipa terá reunido um orçamento de oito milhões de euros para 2011. Quase metade desse valor, 3,4 milhões, destinam-se a pagar a Denis Menchov, dois milhões de euros, e a Carlos Sastre, 1,4 milhões. A saída dos patrocinadores principais provocará o colapso financeiro, caso não apareçam investidores alternativos.

Foto: Carlos Rodrigues/PAD

10 thoughts on “Equipa de Blanco, Menchov e Sastre com o futuro em risco”

  1. o blanco tb nao vai ficar desempregado com o nivel do blanco tera sempre equipas para representar espero que sim

  2. A Radioshack no Tour vai depender de várias coisas:

    – Evolução dos jovens como Tiago Machado mas principalmente Janez Brajkovic, para ser líder;

    -Perda de tempo do Leipheimer e Kloden, se forem, nas etapas de montanha;

    -Abordagem que terão durante o Tour se alguma coisa correr mal, isto é, se se contentam com a classificação por equipas ou tentam levar o mcewen, se for, à camisola verde, ou eventualmente algum outro corredor à camisola da montanha;

    -Possíveis entradas, ou seja se sastre e menchov forem para lá e coexistirem com kloden, horner, leipheimer, brajkovic a Radioshack fica com um colectivo muito forte e pode levar através disso um deles à vitória geral porque são todos candidatos que devem ser seguidos com muito cuidado na montanha e todos muito bons contra relogistas ( sendo o sastre o menos bom);

    -Objectivos pessoais de cada ciclista, porque como é óbvio, no caso disto acontecer a radioshack fica com lideres a mais que querem atingir metas individuais embora haja, como já disse há bocado a possibilidade de coexistirem durante o Tour, aglomerando metas do ano de uns, preparações de vuelta de outros ou continuação do trabalho no giro de outros, para atingirem um objectivo colectivo…

  3. se o sastre e o menchov fossem para a radioshack era optimo. tinham lideres para as 3 grandes voltas e com possibilidades para discutir um giro ou vuelta. tour nao acredtito que consigam fazer um top 5

  4. A equipa Geox mesmo que desista, os seus corredores podem sempre ingressar no Ciclocabanas (www.ciclocbanas.pt) que lá encontram um calendário repleto de desafios e provas para vencerem.
    A equipa Ciclocabanas tem sido uma das mais consistentes nos ultimos anos… ninguém vê isso!!!!!

  5. a culpa disso e que a geox nao comprou homens que deram bastantes pontos.
    O sastre fez top 10 no giro e 3 na classica de san sebastian, o Menchov fez 3º no tour e 2º numa etapa da vuelta.
    como e que eles querem ser pro tour com so estes pontos.
    Compraram grandes talentos como fabio duarte, kump mas eles nao deram pontos.

  6. Se a Geox fechar e uma grande barraca.

    Mas concordo com o comentario anterior. A Radioshack quer Menchov e Sastre quando tem la Kloden , Leipheimer alem de alguns jovens como Tiago Machado e Brajkovic?
    E que a maior parte deles ja esta em final de carreira.

  7. Acho incrível a Radioshack vai buscar toda a gente que ficou sem equipa! Eles devem ter um orçamento ilimitado, não acredito na ida de Sastre e Menchov devido aos salários e á existência de lideres na Radioshack. Não estou a ver Leipheimer, Kloden, e mesmo um dos referidos trabalhando em prol dum lider

Os comentários estão fechados.