Lotto no pelotão por mais quatro anos

omega_pharma_lotto []

A Lotaria nacional da Bélgica, Lotto, prolongou o seu vínculo de patrocínio à Omega Pharma-Lotto por mais quatro anos. Num comunicado, a lotaria belga refere que “vai assumir a sua responsabilidade com a Bélgica num mundo cada vez mais globalizado do ciclismo”. A equipa conta com um enquadramento de 59 pessoas, sendo 47 de nacionalidade belga, além de 17 ciclistas com a mesma nacionalidade.

“A Lotto com a Omega Pharma e outros patrocinadores apoia o projecto de ciclismo com maior sucesso no desporto belga”. Entre os feitos da Omega Pharma-Lotto em 2010 destaca-se o terceiro lugar de Philippe Gilbert – melhor desportista do ano no Bélgica – no ranking ProTour e o quinto posto de Jurgen Van den Broeck na Volta a França. No ranking de equipas, a Omega-Pharma fechou o ano na sétima posição tendo alcançado 18 vitórias. O actual contrato com a Omega Pharma termina no final de 2011 ao passo que a Lotto já apoia a equipa belga desde 1984.

Junto com o Omega Pharma Lotto realizados desde o início da cooperação em 2005 um total de 206 vitórias, incluindo 18 em 2010. O atual contrato de patrocínio com a Omega Pharma é o final de 2011. A National Lottery se está patrocinando ciclismo desde 1984.

Lotto mais quatro anos no pelotão
A Lotaria nacional da Bélgica, Lotto, prolongou o seu vínculo de patrocínio à Omega Pharma-Lotto por mais quatro anos. Num comunicado, a lotaria belga refere que “vai assumir a sua responsabilidade com a Bélgica num mundo cada vez mais globalizado do ciclismo”. A equipa conta com um enquadramento de 59 pessoas, sendo 47 de nacionalidade belga, além de 17 ciclistas com a mesma nacionalidade. “A Lotto com a Omega Pharma e outros patrocinadores apoia o projecto de ciclismo com maior sucesso no desporto belga”. Entre os feitos da Omega Pharma-Lotto em 2010 destaca-se o terceiro lugar de Philippe Gilbert – melhor desportista do ano no Bélgica – no ranking ProTour e o quinto posto de Jurgen Van den Broeck na Volta a França. No ranking de equipas, a Omega-Pharma fechou o ano na sétima posição tendo alcançado 18 vitórias. O actual contrato com a Omega Pharma termina no final de 2011 ao passo que a Lotto já apoia a equipa belga desde 1984.

15 thoughts on “Lotto no pelotão por mais quatro anos”

  1. O Thomas Dekker acusou ainda quando estava na Rabobank, mas como os resultados demoram tempo infinito a sairem pa fora, ele assinou contrato com a Lotto, só depois e que saiu, e ele foi suspenso. Mas nada teve a haver com a equipa belga.

  2. Quando é um caso isolado, muito provavelmente a equipa não tem nada a ver com o assunto, o problema é quando meia equipa a acusar, e isso nunca aconteceu á lotto.

  3. O Thomas Dekker acusou ainda quando estava na Rabobank, mas como os resultados demoram tempo infinito a sairem pa fora, ele assinou contrato com a Lotto, só depois e que saiu, e ele foi suspenso. Mas nada teve a haver com a equipa belga.

  4. Pois houve em que foi apanhado Thomas Dekker, que era um ciclista bastante promissor que chegou a ganhar o tour de romandie se não estou em erro

  5. A ignorância de pessoas que se fazem de entendidas nestes comentário opinativos que poucos lutam para que sejam correctos e acertados e que visem promover a modalidade, como o jornalciclismo, irrita-me solenemente.
    Meus Caros PEdro e Carlos Amorim o sujeito belga que no ano de 2010 ficou na quinta posição do Tour de France não é Patrick Van Den Broeck mas sim como está escrito na notícia JURGEN VAN DEN BROECK!

  6. Também tenho muito expectativa em relação a esta equipa, e fico contentissimo que a Lotto continue a apoiar o ciclismo, espero não estar a dizer nenhuma asneira, mas este apoio da Lotto certamente só é possivel, porque nunca se tenha ouvido falar em casos de doping no seio desta equipa, e que assim se mantenha sempre (pelo menos não me lembro de ter ouvido alguma vez falar disso), isto é a prova de que há patrocinadores, só não estão é na disposição de sujar o nome ao apoiar alguns batoteiros.

  7. Esta lotto faz me lembrar a generalidade dos Patrocinadores Portugueses que continuam a apostar na modalidade por muito mau que o país esteja e por mto má que seja a fama dos ciclistas. Lol, por momentos quase acreditei no que estava a escrever.

  8. eles para ano vao dar que falar com o gilbert o rei das classicas, o greipel que vai dar mais do que umas 10 vitóriase o vanderbrouke que tem capacidade para fazer pódio no tour.

Os comentários estão fechados.