Ivan Basso impõe-se no Critério de Alcobendas

O italiano Ivan Basso (Liquigas-Doimo) ganhou hoje o Critério de Alcobendas diante dos compatriotas Alessandro Petacchi (Lampre-Farnese Vini), segundo classificado, e Vincenzo Nibali (Liquigas-Doimo), terceiro.

Mais festa popular de encerramento de época do que competição, o Critério de Alcobendas consagrou ainda Vincenzo Nibali na prova de pontuação e Petacchi na eliminação.

O pelotão português esteve representado por dois espanhóis, David Blanco (Palmeiras Resort-Prio-Tavira) e Alberto Morrás (Madeinox-Boavista).

9 thoughts on “Ivan Basso impõe-se no Critério de Alcobendas”

  1. Bruno, não tenho a certeza em relação a isso, por isso não posso confirmar…
    Em relação ao Gilbert, não, ele não esteve em Alcobendas, eu disse que ele disputou o Chrono des Nations, ganho pelo David Millar. O Thor Hushovd também correu o Giro di Lombardia e ontem disputou outra prova, que até ganhou.

  2. yo marques se nao me engano esta nao é uma prova professional(corrida por equipas)pelo que kem estiver dopado pode correr se nao me engano…………mas o gilbert nao teve em alcobenas

  3. *Quis dizer que, se tivesse acusado EPO, era automaticamento suspenso, expliquei-me mal.

  4. Hélder, se não me engano, o Mosquera acusou uma substância que não leva a uma suspensão imediata, como é o caso da EPO. Por isso, enquanto não vier uma contra-análise, pode correr.

  5. O Gilbert e o EBH também correram ontem e hoje correram o Chrono des Nations, não vejo qual o problema.

  6. Realmente é incrivel, o Nivali nem deve ter dormido!
    Estas provas são identicas ás clássicas? E nunca imaginei ver o Basso, vencer uma prova deste genero.
    Depois, acho que o Mosquera também participou, alguem me sabe dizer se, quando acusam doping, não ficam automáticamente suspensos, até provar que foi engano ou não, ou é pricisamente o inverso,podem correr até provar que acusaram? Porque, já viram se ele vencia, a barraca que não podia dar.
    Mas atenção, que eu estou a perguntar, porque não estou muito por dentro destes assuntos.

Os comentários estão fechados.