Portugal pode levar onze corredores ao mundial da Austrália

A Selecção Nacional/Liberty Seguros pode participar com onze corredores no Campeonato do Mundo de Estrada, que irá realizar-se em Melbourne, Austrália, entre 29 de Setembro e 3 de Outubro. De acordo com os critérios de apuramento hoje divulgados pela União Ciclista Internacional, Portugal poderá fazer-se representar por seis ciclistas na categoria de elite e com cinco entre os sub-23. Em cada um dos escalões, cada país participante pode inscrever dois corredores para as provas de contra-relógio.

As dez nações mais pontuadas no Ranking Mundial têm direito a alinhar na prova de fundo de elite com nove corredores cada uma, excepto de tiverem menos de nove ciclistas pontuados na referida classificação. Ao abrigo desta adenda, o Cazaquistão, décimo do Ranking, apenas fará alinhar seis homens. Espanha, Itália, Bélgica, Austrália, Estados Unidos da América, Rússia, Suíça, Alemanha e Holanda têm direito ao número máximo, participando com equipas de nove elementos. As outras nações apuram-se de acordo com os Rankings Continentais. Na Europa, França e Eslovénia conquistaram o direito a formar blocos de sete ciclistas. Portugal, Dinamarca, Polónia e Ucrânia alinham com seis e há dez países que qualificaram três homens. O apuramento nos outros continentes tem em conta a implantação da modalidade em cada região do globo, abrindo menos vagas, também elas dependentes dos respectivos rankings continentais.

Nos sub-23, Portugal situa-se no grupo das quinze nações europeias com direito a cinco representantes. A estes, os cinco primeiros países do Ranking da Taça das Nações somam mais um elementos. Os campeões de cada continente têm presença assegurada, não contando para a quota do respectivo país.

Há um ano Portugal levou apenas seis corredores a Mendrisio, quatro elite, um sub-23 e uma feminina. Todos os países podem livremente convocar três mulheres para as provas femininas.

Elite
9 corredores: Espanha, Itália, Bélgica, Austrália, Estados Unidos da América, Rússia, Suíça, Alemanha e Holanda
7 corredores: França e Eslováquia
6 Corredores: Portugal, Cazaquistão, Marrocos, Colômbia, Venezuela, Irão, Polónia, Ucrânia e Dinamarca
4 Corredores: Luxemburgo
3 Corredores: Bulgária, Croácia, República Checa, Lituânia, Estónia, Eslováquia, Irlanda, Noruega, Grã-Bretanha, Áustria, Sèrvia, Nova Zelândia, Japão, Coreia do Sul, Canadá, Brasil, Argentina e África do Sul
2 Corredores: Bielorrússia, Suécia
1 Corredor: Uzbequistão, Cuba, Bolívia, uruguai, Chile, Guatemala, Costa Ricar, Letónia, Grécia e Roménia

Foto: PAD/JLS

17 thoughts on “Portugal pode levar onze corredores ao mundial da Austrália”

  1. ADOLF….o XCO é uma vertente do Ciclismo,tb existe o DH(Down-Hill,Bmx etc)….
    E recentemente tivemos um atleta vice -campeão mundial…nada demais não é???Talvez esteja um bocadinho acima do Badmington(é assim que se escreve ignorante).

    Helder Marinho…XCO..basicamente significa cross-contry olimpic,sim modalidade olimpica!!!

    Eduardo Fonseca tb leu?E quanto aos grandes atletas…pois,alguns até são,outros tb são grandes….VERGONHAS….???XCO….

    Procurem na inet respostas ás vossas questões….assim não revelam a vossa ignorância…fica convosco.

  2. XCO (tradução) = Xaltar, Cair e Opalaotravez. O XCO tem muitos patrocinios. Na estrada temos grandes atletas… Não se preocupem que para o Ano vão mais atletas ao Mundial. Até porque para o ano é mais perto…..

  3. Não estou a brincar nem a tentar ser ironico, mas não sei o que é XCO, alguem me pode explicar o que quer dizer XCO?

  4. Compreendo que quem esteja melhor classificado, leve mais ciclistas, mas ao mesmo tempo é injusto, porque quem levar mais ciclistas, tem mais e maiores possiblidades de ter sucesso. Imaginem que só posso levar um ciclista, que é o melhor do mundo, mas se estiver num dia mau, vai tudo por agua abaixo, ao passo que se nao tiver o melhor do mundo, mas levar 20 ciclistas posso ter a sorte de um deles estar num momento excepcional. Acho isto injusto, cada selecção devia levar o mesmo numero de atletas para estarem todos em pé de igualdade. :{P

  5. Quem ganhou medalhas la fora nunca acusou. Essa é que é essa.
    XCO que desporto é esse? deve estar equiparado ao badminton

  6. bons dias a tds…pf deixem se de guerras não é com bocas destas k se resolve alguma coisa ,mas sim com actos…..quanto aos eleitos concordo perfeitamente com os nomes referenciaos mas tenho duvidas k o selecionador leve o Ribeiro ao mundial pk se bem me recordo ja em 2006 ele foi eleito o melhor ciclista desse ano e nem pré- convocado foi………estranho ….!!!

  7. ADOLF…
    Tinha que vir o boca de lavagem do costume….
    Querias ouvir o quê?Por cada medalha dos Elites no Estrangeiro,temos dois ou três casos de Doping…
    Quanto aos patrocinadores(poucos) pelos menos não têem saído envergonhados da modalidade,e com o rabo “entre as pernas”!!!

  8. A federação de ciclismo praticamente n aposta no ciclismo fará nas outras vertentes.
    Até da vontade de rir.

  9. Tinha que vir o boca de lavagem do costume.
    Não mereces o nome que usas.
    Existe dinheiro porque existem patrocínios. O XCO que procure os seus.

  10. VERGONHA….pois é….e os estradeiros todos os anos estão em alta…pelos menos nos casos de doping!!!!

  11. sim….para a estrada nao falta dinheiro para ir ao mundial….agora para o xco quase que nem dinheiro tem pa levar um atleta…vergonha mesmo

  12. Dos elites deveriam de ir: Manuel Cardoso, Rui Costa, Tiago machado, Sergio Paulinho, Sergio ribeiro, Andre Cardoso, tendo tambem ter em conta o Bruno Sancho, Edgar Pinto, Filipe Cardoso e Ricardo mestre.

    Dos sub 23 os mais fortes para provas de um dia era: Nelson Oliveira, Marco Coelho, António Carvalho, Domingos e José Gonçalves, contando também com os de 1 e 2 ano, Bruno Borges, Pedro Paulinho e Fabio Silvestre.

  13. Pois é,este ano se não houver azares vamos dar cartas,é que tanto em elites como em sub 23.Na minha opinião Portugal está neste momento com ciclistas com capacidade para ganhar quase tudo.Vamos torcer para que tudo corra(role) bem.

  14. Portugal podera estar representado com uma grande formação este ano tiago machado,paulinho,rui costa,manuel cardoso,sergio ribeiro e andre cardoso era os ciclistas que eu levava ao mundial

  15. Parece-me mais bem dividido este ano . Nao e como no ano passado que selecçoes como Noruega levaram 9 elementos so por causa do Hushovd e Boasson Hagen e selecçoes como o Luxemburgo por causa dos Schleck’s

Os comentários estão fechados.