Svein Tuft vence prólogo do Eneco Tour

O campeão do Canadá de contra-relógio, Svein Tuft (Garmin-Transitions), mostrou hoje excelentes qualidades anfíbias, impondo-se no encharcado prólogo do Eneco Tour, que se disputou debaixo de chuva e em estradas molhadas na localidade holandesa de Steenwijck. “Tive boas sensações, mas foi necessário arriscar e correr riscos”, afirmou o vencedor, à laia de revelação do segredo para chegar à vitória. O canadense precisou de 6m18s para cumprir os 5,2 quilómetros do percurso, relegando os homens da casa para as posições seguintes.

O segundo classificado foi o holandês Jos Van Emden (Rabobank), que ficou a 5 segundos de Tuft. O terceiro foi outro holandês da Rabobank, Lars Boom, que teve o melhor tempo durante grande parte da prova, mas que acabou a 6 segundos do primeiro classificado.

O português Tiago Machado (RadioShack) ficou 21 segundos aquém do registo de Tuft, ocupando a 46.ª posição.

Amanhã corre-se a segunda etapa, 178 quilómetros, entre Steenwijck e Rhenen, prevendo-se uma jornada ao gosto dos sprinters.

O Eneco Tour pontua para o Calendário Mundial, sendo uma prova por etapas que une dois países, Holanda, onde hoje se iniciou, e Bélgica, onde a corrida termina no dia 24.

Foto: Eneco Tour

5 thoughts on “Svein Tuft vence prólogo do Eneco Tour”

  1. Caro Jeremy,

    Está errado. A Língua Portuguesa aceita três termos para natural do Canadá: canadense, canadiense e canadiano. O menos correcto é canadiano, cuja proveniência anglo-saxónica é a mais afastada da origem do Português.

  2. Caro José Carlos Gomes, já por mais do que uma vez fiz o reparo de que canadense não é uma palavra portuguesa, mas sim brasileira. O termo correcto é canadiano. Podem apagar este post mas pf corrijam o erro que é recorrente.

  3. Esta Garmin pode estar em alta em competiçoes como este Eneco Tour e na Volta a Polonia mas nas 3 grandes voltas e uma equipa mediana.

    Nunca ganhou uma etapa no Tour!

  4. E mais um aparte, para a Garmin-Transitions, foi a 2ª vitória do dia, visto terem ganho o Tre Valli Varesina com o Daniel Martin e o Prologo do tour de Eneco com Svein Tuft,
    1 dia -2 vitórias. está em alta esta Garmin… 🙂

  5. Isto é impressionante, como é possivel estar-mos no mesmo continente(europa), e na mesma estação do ano(verão), que a Holanda. Na nossa volta, mais parecia um forno, neste tour de Eneco é agua até aos joelho.
    Ainda assim é de salientar as boas prestações e a regularidade do Tiago Machado. O que nos pôe a pensar, na pena que é a Radioshack não estar representada na Vuelta a Espanha… 🙂

Os comentários estão fechados.