José Serpa conquista quarta etapa do Tour de San Luis

O colombiano José Serpa (Diquigiovanni-Androni Giocattoli) ganhou a quarta etapa do Tour de San Luis, que hoje ligou San Luis a La Carolina, ao longo de 159 quilómetros. O segundo foi Matti Breschel (Saxo Bank) e o terceiro Mattia Gavazzi, colega de equipa de José Serpa, que cortaram o risco a seis segundos do vencedor. Alfredo Lucero, a correr em casa e sempre protegido pelos companheiros da selecção da Argentina, manteve a liderança. A Palmeiras Resort-Tavira esteve activa durante a jornada, chegando a lançar Krasimir Vasilev e Martín Garrido para algumas escaramuças. No final, Alejandro Marque e David Blanco conseguiram terminar no restrito grupo de 28 elementos que chegou a 6 segundos de Serpa. O bom desempenho tavirense não foi premiado, tendo o Palmeiras Resort-Tavira descido da segunda à terceira posição na geral colectiva.

Alejandro Marque continua a ser o melhor elemento da equipa algarvia na geral individual, mas subiu três lugares, ocupando agora a 14ª posição. David Blanco surge pouco atrás, no 16º lugar.

A etapa foi bastante animada e mexida desde os quilómetros iniciais. Entre as muitas movimentações, uma houve que contou com a presença do búlgaro Krasimir Vasilev. Apesar disso, até aos sprints intermédios bonificados, não houve autorização para grandes iniciativas. O antigo líder da prova, Lucas Sebastian Haedo (Team Colavitta) queria somar bonificações para manter opções na geral e, simultaneamente, pretendia somar pontos nas Metas Sprint para cimentar o seu primeiro posto nesta classificação secundária. O esforço foi bem sucedido e Haedo ganhou o primeiro sprint e ficou em segundo no seguinte. Depois desta luta muito particular, o pelotão deu carta branca para quem quisesse vestir a pele de animador do dia. Três homens tentaram a sorte lograram destcar-se: Alessandro Vanotti (Liquigas), Anthony Colby (Team Colavitta) e Magno Prado (Brasil) conseguiram estar na frente durante o circuito urbano de três voltas, em La Florida, mas acabariam absorvidos no início da subida para Pancanta.

A dureza da Pancanta partiu o pelotão e foi palco de várias ofensivas. Entre os corredores que estiveram ao ataque Martín Garrido, o vencedor da Volta a Portugal de 2007, Xavier Tondo (Andalucia-Cajasur), e o vencedor da etapa inaugural da Volta ao Alentejo de 2008, Jackson Rodríguez (Diquigiovani-Androni Giocatoli), Alessandro Vanotti, Lasse Bochman (Saxo Bank) e Magno Prado. Tondo destacou-se e ganhou a contagem de montanha de segunda categoria, pedalou sozinho durante cerca de uma dúzia de quilómetros, só sendo alcançado já dentro dos cinco quilómetros finais.

O que restava do pelotão entrou compacto no quilómetro final, marcado por uma subida ligeira, cuja inclinação era maior nas centenas de metros mais próximas da meta. Aí, o melhor foi José Serpa, que se isolou do grupo principal.

“Trabalhámos bem na parte final. Jackson Rodríguez atacou na subida de montanha, mas foi apanhado. Já perto do final José Serpa aproveitou a inclinação do quilómetro final para fugir para a vitória”, disse o director-desportivo da Diquigiovanni-Androni Giocattoli, Giani Savio, à Rádio Popular de San Luis.

O pelotão enfrenta amanhã a etapa-rainha desta edição do Tour de San Luis, 204,8 quilómetros com partida de San Francisco del Monte de Oro e o Mirador del Sol, onde a meta coincide com um prémio de montanha de primeira categoria.

Classificações
3ª Etapa, San Luis – La Carolina, 159 km
1º José Serpa (Diquigiovanni-Androni Giocattoli), 3h57m53s (Média: 40,104 km/h)
2º Matti Breschel (Saxo Bank), a 6s
3º Mattia Gavazzi (Diquigiovanni-Androni Giocattoli), mt
4º Oscar Gatto (Team ISD), mt
5º Murilo Fischer (Liquigas), mt
6º Manuel Belletti (Diquigiovanni-Androni Giocattoli), mt
7º Ricardo Serrano (Fuji-Servetto), mt
8º Juan Jose Haedo (Saxo Bank), mt
9º José Alberto Benítez (Fuji-Servetto), mt
10º Lucas Sebastian Haedo (Team Colavitta), mt
14º Alejandro Marque (Palmeiras Resort-Tavira), mt
16º David Blanco (Palmeiras Resort-Tavira), mt
43º Samuel Caldeira (Palmeiras Resort-Tavira), a 31s
50º Nelson Vitorino (Palmeiras Resort-Tavira), a 46s
83º Martín Garrido (Palmeiras Resort-Tavira), 1m51s
93º Krasimir Vasilev (Palmeiras Resort-Tavira), a 3m26s
112º João Correia (Team Bissell), a 15m35s

Geral Individual
1º Alfredo Lucero (Argentina A), 12h40m39s
2º Jorge Ciacinti (Argentina A), a 1m36s
3º Lucas Sebastian Haedo (Team Colavitta), a 1m49s
4º José Serpa (Diquigiovanni-Androni Giocattoli), a 2m03s
5º Andrey Grivko (Team ISD), a 2m12s
6º Tom Zirbel (Team Bissell), 2m33s
7º Ben Maynes (Team Bissell), a 2m37s
8º Ivan Basso (Liquigas), a 2m40s
9º Ignacio Pereyra (Argentina sub-23), a 2m57s
10º Luis Amaran (Team Colavitta), a 3m04s
14º Alejandro Marque (Palmeiras Resort-Tavira), a 3m28s
16º David Blanco (Palmeiras Resort-Tavira), a 3m33s
51º Martín Garrido (Palmeiras Resort-Tavira), a 9m36s
78º Nelson Vitorino (Palmeiras Resort-Tavira), a 13m16s
91º Krasimir Vasilev (Palmeiras Resort-Tavira), a 15m26s
96º Samuel Caldeira (Palmeiras Resort-Tavira), a 17m19s
109º João Correia (Team Bissell), a 27m15s