Equipas algarvias “emigram” para Espanha

Tiago Machado foi uma das estrelas nas Astúrias em 2009

O CC Loulé-Louletano-Orbitur-Aquashow e o Palmeiras Resort-Prio-Tavira iniciam no próximo sábado, no GP de Llodio, um périplo de mais de uma semana por Espanha, onde vão participar em três corridas de um dia e na Volta às Astúrias. São quatro competições muito exigentes marcadas pela montanha.

O primeiro compromisso obrigará os corredores a uma estirada de 172,3 quilómetros, com os últimos 50 a serem percorridos num circuito de permanente sobe-e-desce, que conta com quatro subidas de terceira categoria. No dia seguinte, 25 de Abril, é a vez da Volta a Rioja, prova de 199,5 quilómetros, que oferece menos desnível acumulado, mas onde as subidas também marcam presença, destacando-se uma contagem de segunda e outra de terceira categoria nos derradeiros 40 quilómetros.

Após um dia para se deslocarem até às Astúrias, os dois conjuntos algarvios tomarão parte na Subida a Naranco, que se corre na terça-feira, 27 de Abril. Esta competição, conta 149 quilómetros e seis prémios de montanha, o último deles, a escalada para Naranco, a coincidir com a meta. A subida final apresenta uma extensão de 5,5 quilómetros, uma inclinação máxima de 10 por cento e média de 6,9 por cento.

A Subida a Naranco servirá de aperitivo para a Volta às Astúrias, que se corre de 28 de Abril a 2 de Maio, ao longo de seis etapas. Uma chegada ao Alto de Acebo, um contra-relógio individual e uma última etapa repleta de dificuldades e de armadilhas deverão ser os pontos decisivos para encontrar o sucessor de Francisco Mancebo, que em 2009 conseguiu destronar o português Tiago Machado.

A participação das duas equipas portuguesas nas provas espanholas vai desfalcar os dois blocos para o Memorial Bruno Neves, terceira corrida pontuável para a Taça de Portugal Liberty Seguros. Curiosamente, são os dois conjuntos algarvios que têm os homens mais bem colocados neste troféu, Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Prio-Tavira) e Celestino Pinho (CC Loulé-Louletano-Orbitur-Aquashow).

7 thoughts on “Equipas algarvias “emigram” para Espanha”

  1. Já agora, não se falou aqui da participação do Tavira no Tro BroLeon em França.. a chamada Paris-Roubaix da Bretanha, se não me engano……

  2. Nao o Candido nao vai para espanha, a taça é um objectivo para a equipa e ele e o seu director desportivo nao sao tao BURROS como os outros directores desportivos, que leva os seus ciclistas a correr para fora quando podem estar na luta por um classificaçao importante como a da taça. Enfim

  3. z.r és mesmo um grande tone, ainda na semana passada duas equipas portuguesas estiveram em grande destaque em espanha, pq que estas nao podem estar tb. Isto é que é ciclismo sempre corridas umas a trás das outras cá em portugal é dois dias de corridas por mês graças a nossa FEDERAÇÃO

  4. sim o cândido vai para espanha correr, pela informação que vi no saite do cctavira

  5. tá calado ou z.r, tem vergonha na cara i tá caladu pah, em vez de apoiarem o que ainda resta do ciclismo ainda deitam mais abaixu…

Os comentários estão fechados.