Contra-relógio encerra 4º GP de Portugal [actualização]

Duas etapas em linha e um contra-relógio no último dia compõem o 4º GP de Portugal – Troféu Cidade da Guarda, prova de abertura da Taça das Nações de sub-23, que se corre de 26 a 28 de Março. Após três edições disputadas em torno de Felgueiras, a mudança de poder autárquico ditou a deslocação do epicentro da competição. Entre as mudanças, destaca-se o final em sistema de contra-relógio, em vez da chegada ao Alto de Santa Quitéria, Felgueiras, que recebeu todas as outras edições da corrida.

A edição de 2010 do GP de Portugal terá duas tiradas na casa dos 120 quilómetros. A primeira liga Guarda ao Sabugal, na extensão de 123,4 quilómetros, com a corrida a acabar à quarta passagem na meta. Segue-se uma viagem da Guarda para Trancoso, num total de 116,4 quilómetros. É a etapa-rainha, com quatro contagens de montanha de terceira categoria. Uma das dificuldades coincide com a meta e terá de ser transposta duas vezes, pois o final da jornada dá-se à segunda passagem pelo risco. Por fim, chega o contra-relógio individual de 17,5 quilómetros.

Estarão presentes 78 corredores, em representação de 13 selecções: Portugal A, Portugal B, Rússia, Alemanha, Suíça, Holanda, Espanha, Colômbia, África do Sul, Cazaquistão, Luxemburgo, França, UCI.

O GP de Portugal – Troféu Cidade da Guarda marca o arranque da campanha de 2010 da Selecção de Portugal/Liberty Seguros na Taça das Nações, competição na qual os portugueses têm forte tradição, pois venceram-na em 2008. Nesse ano e no anterior, Vítor Rodrigues conquistou o GP de Portugal para as cores lusas. A edição de 2009 da corrida portuguesa foi ganha pelo colombiano Sergio Henao.

A Taça das Nações de Sub-23 é um conjunto de seis corridas. Além do GP de Portugal, os melhores sub-23 do mundo vão encontrar-se no Tour de Flandres de Esperanças (10 Abril), La Côte Picard (14 Abril), ZLM Tour (17 Abril), Giro delle Regioni (26 Abril a 1 Maio) e Volta a França do Futuro (5 a 12 Setembro).

2 thoughts on “Contra-relógio encerra 4º GP de Portugal [actualização]”

Os comentários estão fechados.