Rui Costa é o melhor corredor português de 2009

Os leitores do Jornal Ciclismo escolheram Rui Costa, 23 anos, como o melhor corredor português de 2009. Numa votação muito participada, o ciclista da Caisse D’Epargne recolheu 227 votos, cerca de metade das 465 opiniões expressas. Nos lugares seguintes colocaram-se Sérgio Paulinho ( 68 votos), Manuel Cardoso (66), Tiago Machado (60) e Cândido Barbosa (44). Em entrevista ao Jornal Ciclismo, Rui Costa mostra-se orgulhoso por este resultado, fala sobre a estreia no pelotão ProTour, aborda o futuro e incentiva os compatriotas que emigram em 2010: “Desejo-lhes sorte, porque o ciclismo internacional não é tão duro quanto apregoam. Com trabalho chega-se lá”, afirma o poveiro.

José Carlos Gomes

“Fiquei muito feliz por ter sido considerado o melhor do ano. Não sendo o mesmo que ganhar uma corrida, sabe sempre bem ser escolhido pelos adeptos como o melhor português do ano. É um prémio para mim e para os meus fãs, que sempre me têm apoiado”, reage Rui Costa às escolhas dos leitores do Jornal Ciclismo. A distinção não nasce, todavia, do acaso. As vitórias à geral nos Quatro Dias de Dunquerque e no GP Crédito Agrícola, somaram-se a uma etapa na Volta a Chihuahua e à estreia na Volta a França. Tudo no ano de estreia entre a elite mundial.

Tendo em conta “o nível da equipa e o facto de ser o meu primeiro ano a este nível, considero que os resultados foram excelentes”, admite, sem falsas modéstias, Rui Costa. Entre tantos momentos excitantes, não foi fácil ao poveiro escolher o mais marcante de todos. No entanto, após insistência nossa, opta pelo triunfo nos Quatro Dias de Dunquerque. Em contraponto, a Volta a França deixou um sabor agridoce: “O pior momento foi a queda que me levou a abandonar o Tour. Estava a realizar um sonho, mas o acidente impediu-me de alcançar o objectivo, que era chegar ao fim da corrida”, confessa Rui Costa.

A rápida adaptação ao ciclismo internacional levou o manager da Caisse D’Epargne, Eusebio Unzué, a tecer elogios públicos ao corredor, considerando-o como uma das revelações do ano. “São palavras muito importantes e encorajadoras, porque foram ditas por alguém muito experiente, que já teve nas suas mãos Miguel Indurain ou os portugueses Cândido Barbosa e Orlando Rodrigues”, congratula-se Rui Costa.

O sucesso em 2009 não pode desligar-se do trabalho dos anos anteriores, sobretudo ao serviço da selecção nacional, em provas da Taça das Nações. “Devo muito à selecção. Representar a equipa nacional deu-me projecção internacional, ajudando a dar o salto para o pelotão ProTour. Além disso, conferiu-me uma experiência importante, pois nas provas da Taça das Nações enfrentámos os melhores do mundo”, avalia o melhor corredor português de 2009.

Depois de um ano de sucesso, Rui Costa está concentrado na temporada que está prestes a iniciar-se. “Quero estar bem e a discutir os primeiros lugares na Volta ao Algarve e no Tirreno-Adriático”, revela o companheiro de equipa de Alejandro Valverde. À partida, Rui Costa não fará parte do contingente da Caisse D’Epargne para qualquer uma das três grandes voltas. “É uma situação normal, tendo em conta a minha idade e a qualidade do plantel. No entanto, saberei estar à altura da responsabilidade se me for concedida a oportunidade de participar numa dessas corridas”, diz o português, ainda com esperança de conseguir atingir essa meta.

O novo ano, leva outros portugueses de encontro a Rui Costa no pelotão internacional. “Espero coincidir com eles em muitas corridas”, diz o natural da Póvoa de Varzim. Em jeito de conselho, acrescenta: “Desejo-lhes sorte, porque o ciclismo internacional não é tão duro quanto apregoam. Com trabalho chega-se lá”. Está desvendado o segredo do sucesso.

Foto: João Fonseca

16 thoughts on “Rui Costa é o melhor corredor português de 2009”

  1. Desejo as maiores felicidades aos ciclistas Portugueses que correm no pelotão internacional a todos estes que hoje tive o previlégio de acompanhar hoje a partida e a chegada amnha la estarei para os apoiar.

  2. Força Rui Costa boa sorte nesta volta ao Algarve, e na tua caminhada para o sucesso um abraço

  3. Concordo Com o V.S … O Que “safa” o Rui é mesmo a sua inteligencia a correr.. Mas vamos ver se o Tiago em 2010 melhora em termos tacticos visto que o Bruyneel tem como ponto forte a sua inteligencia de corrida.. Mas fora de contas penso que o Tiago Machado e melhor…

  4. O Tiago bate-se com os elites desde os 19 anos e faz coisas k mais ngm consegue em Portugal. São os dois grandes ciclistas mas c qualidades diferentes… Agr motor com mais cilindrada é o do Tiago indiscutivelmente. Mas n é so de força que se ganham as corridas. A inteligência é um aliado do ciclista e o que o completa, nesse campo o Rui é melhor. Mas vamos la a ver o que o ano de 2010 dirá.

  5. Rui Costa: 2007: 1º.GIRO DELLE REGIONI; 2008: 1º Etapa Giro delle Regioni, 2º Geral Giro delle Regioni, 1º Etapa Coupe Nations Ville Saguenay (Canadá), 2º geral Coupe Nations Ville Saguenay (Canadá), 2º Geral Volta a França do Futuro, 1º Etapa Volta a Portugal do Futuro; 2009: 1º Geral 4 Dias Dunkerk, 1º Geral Crédito Agrícola, 1º Etapa Volta a Chihuahua, 2º Geral Camp. Nacional Estrada, 3º Geral Volta Chihuahua.

  6. Es mesmo inocente Gingão.. Mimado em que ? E ja que sabes tanto diz – me em q e que o palmares do Rui e Melhor que o Tiago ?? e caso nao saibas na 1 volta a portugal do Tiago ele foi aguadeiro sim.. Na serra da estrela ate deu uma reportagem no diario da volta sobre o ciclista mais jovem da volta… No ultimo crono que o Rui fez com o Tiago Ficou a 2 minutos mas pronto… A subir na minha opiniao o Tiago e melhor… e o Tiago e destemido e nao tem medo de atacar…. Enfim .. O Rui e bom ciclista mas penso que nao e melhor que o Tiago…. Mas pronto , sao opinioes.. Mas se puder fale – me acerca do palmares de um e de outro ja que sabe tanto

  7. olhem para o palmarés de um e para o palmarés do outro e vejam quem tem melhores resultados. O Tiaguinho, mimado desde cedo, chefe de fila e sem precisar de ir à água consegue ter resultados piores que o aguadeiro Rui Costa…

  8. Muito bom ciclista e com vitórias em 2009 que lhe deram mta projecção a nivel mundial. Mas penso que não podemos dizer que é melhor que o Tiago Machado ou o Sergio Paulinho. São tres super ciclistas k brilham de formas diferentes. Não é facil fazer o que o Sergio faz no tour. Puxar km atras de km e dp fazer metade das subidas a rebocar akele pelotão de luxo n é para todos.
    O Tiago é um ciclista fantástico, daqueles a relembrar o ciclismo aberto de antigamente, mas que ainda não teve a oportunidade de brilhar no ciclismo pro tour, veremos este ano como se sairá.
    O Rui Costa, é um ciclista de raça que arranca vitórias de onde menos se espera.
    Corri com os 3 e devo dizer que o primeiro a impressionar-me foi o Sergio, mas quando conheci o Tiago fiquei estupefacto com tanta qualidade aos 18 anos. Penso que estamos bem servidos com estes 3 para 2010 e espero que o Manuel Cardoso brilhe com eles pk bem merece.

  9. RUI COSTA: sem dúvida o melhor Português e quem sabe se ainda será o melhor do mundo?! Para aí caminha com muita dedicação e trabalho.
    FROÇA RUI COSTA. Portugal está contigo.

  10. Parabens Rui já te tinha dito á algum tempo no hi5, que eras o melhor português, confirma-se que não é só a minha opinião.
    Continua assim com essa garra, que tens potencial para muito mais.

  11. Força rui tiveste um premio muito merecido parabens

    continua assim e um ano ainda melhor que o passado para ti

Os comentários estão fechados.