Rubén Plaza preferiu correr no Benfica do que na Liberty

Corredor enaltece relacionamento com Orlando Rodrigues
Corredor enaltece relacionamento com Orlando Rodrigues

O campeão espanhol de fundo, Rubén Plaza, reforço da Caisse D’Epargne para 2010, fez um balanço da experiência de dois anos no ciclismo português, concluindo que preferiu representar o Benfica do que a Liberty Seguros. “O Benfica foi um projecto em que me senti muito bem. Era uma equipa profissional, com bom calendário e, além disso, tinha uma relação muito próxima com o Orlando Rodrigues [director-desportivo]. Foi a primeira vez na minha carreira que corri numa equipa estrangeira e verifiquei que estava muito bem organizada. Foi uma uma boa experiência da qual não  me arrependo”, disse o corredor em entrevista ao jornal espanhol Meta2mil.

O balanço da passagem pela Liberty Seguros, equipa pela qual conquistou o título espanhol, é distinto. “Na Liberty não me senti da mesma forma, entre outras coisas, porque não tive um bom ‘feeling’ com o director-desportivo, Américo Silva. Convivemos durante um ano, sempre com respeito e educação. Não tive um único problema com ele, mas desde o primeiro dia ficou claro que não havia ligação entre nós. Com o Américo não tive a cumplicidade que estabeleci com outros directores, porque vemos o ciclismo de maneira muito diferente. Com o manager da equipa, Vítor Paulo Branco, a relação era mais distendida”, confessou Rubén Plaza.

Federação espanhola iliba-o da OP
O trabalho publicado na edição desta semana do Meta2mil revela que a Real Federação Espanhola de Ciclismo (RFEC) iliba Rubén Plaza de qualquer envolvimento na Operação Puerto. “A RFEC manifesta o seu desejo d clarificar publicamente que não existe vinculação alguma de RubénPlaza Molina com a Operação Puerto e que o mesmo deve ser tratado e considerado com todo o respeito como um ciclista limpo dentro do pelotão profissional, sem que o seu nome possa ben deve ser ligado, directa ou indirectamente, com o sucedido [na Operação Puerto]”, lê-se num certificado emitido pela RFEC, citado pelo semanário de ciclismo sediado em Valência.

A tomada de posição da RFEC surge depois de Rubén Plaza, voluntariamente, ter entregue documentação com a qual prova que não era cliente do médico Eufemiano Fuentes. A RFEC sentiu-se na obrigação de “desbloquear desportiva e socialmente a situação de um ciclista cuja trajectória não pode continuar manchada por uma suspeita que não só não foi demonstrada como foi desmentida pelas provas”. A federação do país vizinho baseou-se em decisões anteriores, também sobre a Operação Puerto, que ilibaram Sérgio Paulinho, Alberto Contador, Allan Davis ou Frank Schleck.

10 thoughts on “Rubén Plaza preferiu correr no Benfica do que na Liberty”

  1. Na LA haviam mtos bons e trabalhavam uns para os outros. A diferença é que o sr Zeferino variava os lideres e num dia ou noutro todos acabavam por ganhar. Agora o burro do Americo tinha sp os msms lideres e o resto eram burros de carga. Viu-se bem isso kdo roubou o campeonato nacional ao José Mendes… É apenas um dos mts exemplos.

  2. Foi um preço muito alto para tirarem Americo Silva do mundo do ciclismo dentro da equipa a unica pessoa que gostava dele era o Senhor Vitor Paulo o grupo de ciclistas gostavam de estar na equipa Liberty por o seu ganha pão era sempre pago a horas.

  3. essas situaçoes aconteciam porque tinham corredores com muita qualidade e todos queriam dar nas vistas depois via-se o mau estar dentro da equipa… esse mau estar foi evidente na volta a portugal o ruben plaza nunca ajudou o nuno ribeiro quando este era o lider simplesmente olhava pela vidinha dele… quando assim é, é dificil ter um grupo coeso.
    na minha opiniao quando a muitos bons dentro de uma equipa é para dar faisca, o problema é que estas situaçoes nao acontecem so na liberty acontece na maior parte das equipas a liberty é que era a mais mediatica.

  4. desde que no inicio do ano ouvi um corredor dessa equipa (liberty) ao telefone a implorar para o tirarem da equipa que perdi muito  do respeito que tinha pela própria. o caso nuno ribeiro veio apenas bater no fundo

  5. maiato nao tenhas duvidas que no benfica este atleta tava a ganhar muito dinheiro mais do que foi ganhar para a liberty sem duvida… é um bom ciclista vamos ver para o ano como se vai portar no seu regresso a espanha e ao protour…

  6. Já diz o ditado: “zangam-se as comadres sabem-se as verdadex!”
    É o viotr paulo a dizer mal dos ciclistas, o Ribeiro dos colegas os espanhoies dos Portugueses o Rui sousa do Ribeiro, o José Mendes do Ribeiro… Nota-se que era um grupo bastante cueso!!!

  7. Ele lá sabe, e se calhar é por algum motivo. Talvez toda a gente perceba a diferença de qualidade entre o Orlando Rodrigues e o américo silva…

  8. Tambem eu preferia correr no benfica que na liberty.No benfica ganhava 25 000 na liberty ganhava 5 000.

Os comentários estão fechados.