CNAD pondera recorrer à Agência Mundial Antidopagem no caso Cabreira

O Conselho Nacional Antidopagem (CNAD) considera que a decisão do Conselho Jurisdicional da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) de ilibar João Cabreira “não tem sentido” e pondera remeter o caso para a Agência Mundial Antidopagem (AMA), informa a Lusa. Uma fonte da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto garantiu à agência noticiosa que irá analisar a deliberação da entidade federativa para, eventualmente, enviá-la à AMA, que tem competência para recorrer junto do Tribunal Arbitral do Desporto.

Recorde-se que João Cabreira havia sido suspenso por dez meses na sequência de um controlo antidopagem falhado, em Julho. Na altura, alegadamente em férias no País Basco, o ciclista deu uma morada dessa região ao CNAD para que pudesse ser controlado fora de competição. Uma brigada antidpogem ter-se-á deslocado ao sítio indicado por João Cabreira, garantindo que se tratava de uma morada falsa, pois terá deparado com um edifício devoluto.

A fonte governamental citada pela Lusa advoga que a ilibação ontem tornada pública “não tem sentido, porque o acórdão jurisdicional analisa questões de procedimento e passa por cima da questão da morada falsa”.

Se o Estado português pondera o recurso para o Tribunal Arbitral do Desporto, via AMA, João Cabreira garantiu ontem que estuda a possibilidade de processar os médicos que lhe abriram o procedimento disciplinar.

5 thoughts on “CNAD pondera recorrer à Agência Mundial Antidopagem no caso Cabreira”

  1. Agradeço o amável convite, mas seria mais proveitoso oferecer o fim-de-semana ao secretário de Estado do Desporto. Quem disse que a casa não tinha portas nem janelas foi ele e em plena Assembleia da República. Eu não comentei nada, apenas transpus para aqui a informação.

  2. Sr jose carlos Gomes se quiser tenho imenso prazer de o convidar a passar um fim de semana na tal casa abandonada sem portas e sem janelas e posso garantirlhe que vai dormir bem quentinho com um bom ar condicionado,casa de banho privativa e parque desportivo para fazer um pouco de exercicio, para relaxar e deixar-se de comentar tudo que seja nagativo mesmo quando sao claramente filmes de comedia!!!

  3. diga-me será que ele se inteirou do caso todo, ou só falou no que lhe apeteceu!!!!
    ou será que o informaram só como queriam!!!!!

  4. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto disse hoje no Parlamento que o ciclista João Cabreira indicou como morada uma casa sem portas e sem janelas, dando este caso como exemplo da necessidade de “apertar” os regulamentos de luta contra a dopagem, sobretudo no que diz respeito aos controlos surpresa fora de competição.

  5. uma morada falsa que está mais que comprovado que é verdadeira…fotos satelite, confirmação do alcaide espanhol…não chega?

Os comentários estão fechados.