Contentpolis-AMPO à beira da desaparição

Adrian Palomares venceu o GP CTT em 2009
Adrian Palomares venceu o GP CTT em 2009

Os sinais de morte lenta permaneciam desde há semanas tendo por base as dificuldades de manutenção do apoio económico do governo regional. Acresceu à crise interna a indefinição quanto ao destino da AMPO, o segundo patrocinador, que seria cobiçado por outras estruturas. Em declarações ao jornal La Verdade, Antonio Peñalver, responsável máximo pelo desporto na região – a mesma de onde é natural Alejandro Valverde – assinalou a sus surpresa pelo “incumprimento de palavra” da empresa AMPO que surgirá, segundo a mesma fonte, no apoio à reformulada Footon-Servetto.

“Estou surpreendido com o que está a acontecer. A Ampo conhecia nossa intenção de apoio à equipa tendo por base o acordo da última temporada. Penso que actuaram de má fé. Não estamos dispostos a arcar com as culpas da possível desaparição da equipa”, assinalou Peñalver.

A continuidade da equipa onde millitam Adrian Palomares -vencedor do GP CTT Correios – ou Javier Benitez apresenta-se com dificuldades acrescidas visto não ter-se inscrito no estatuto Continental Profissional que lhe garantia, em teoria, o acesso facilitado à Volta a Espanha.

Foto: PAD

One thought on “Contentpolis-AMPO à beira da desaparição”

  1. amigos esta equipa tem um ciclista que ganhou duas etapas na volta um dos melhores sprinter da actualidade será que também vem para Loulé?

Os comentários estão fechados.