Marcos Maynar estava “certificado” na FPC

O médicos Marcos Maynar estava devidamente identificado como médico oficial da LA-MSS junto da Federação Portuguesa de Ciclismo.O clínico espanhol, aquando da sua suspensão de dez anos aplicada pelo CD da FPC, referiu não ter sequer licença “portuguesa ou espanhola” válida, afirmando ser apenas “um colaborador” da equipa. O pedido de licença desportiva foi enviado pelo Póvoa Cycling Clube a 14 de Dezembro de 2007, acompanhado das fotocópias do cartão de colegiado (médico) e Bilhete de identidade. A licença tinha o número 8777535, dando origem ao certificado/09.

Fonte: A Bola