Directo 9ª etapa Volta a Portugal: Oliveira do Bairro – Torre, 154,6 km

CLASSIFICAÇÕES
9ª Etapa: Oliveira do Bairro – Torre, 154,6 km
Média: 35,561 km/h
1º Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), 4h20m51s
2º David Blanco (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 26s
3º Rubén Plaza (Liberty Seguros), a 35s
4º Eladio Jiménez (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 44s
5º David Bernabeu (Barbot-Siper), a 48s
6º Nelson Vitorino (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 1m17s
7º André Cardoso (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), mt
8º Tiago Machado (Madeinox-Boavista), a 1m23s
9º João Cabreira (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 1m52s
10º Damiano Cunego (Lampre-NGC), a 2m13s
11º Paolo Tiralongo (Lampre-NGC), a 3m02s
12º Bruno Pires (Barbot-Siper), a 3m06s
13º Patrik Sinkewitx (PSK Whirlpool-Author), a 3m32s
14º Hugo Sabido (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 3m54s
15º Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), a 4m06s
16º Vergílio Santos (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 4m07s
17º Rui Sousa (Liberty Seguros), a 4m18s
18º David Livramento (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 4m18s
19º Ricardo Mestre (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 5m57s
20º Carlos Pinho (Barbot-Siper), a 6m25s

Geral Individual
1º Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), 40h30m28s
2º David Bernabeu (Barbot-Siper), a 1m55s
3º João Cabreira (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 2m09s
4º David Blanco (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 2m17s
5º Rubén Plaza (Liberty Seguros), a 2m35s
6º Eladio Jiménez (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 2m47s
7º André Cardoso (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 3m05s
8º Nelson Vitorino (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 3m16s
9º Tiago Machado (Madeinox-Boavista), a 3m42s
10º Patrik Sinkewitz (PSK Whirlpool-Author), a 5m24s
11º Vergílio Santos (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 6m33s
12º Hugo Sabido (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 6m58s
13º Bruno Pires (Barbot-Siper), a 7m14s
14º Paolo Tiralongo (Lampre-NGC), a 7m14s
15º Damiano Cunego (Lampre-NGC), a 8m37s
16º Ruslan Pidgornyy (ISD-Neri), a 9m47s
17º Carlos Pinho (Barbot-Siper), a 11m02s
18º Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), a 11m21s
19º Oleg Chuzhda (Contentpolis-Ampo), a 12m45s
20º Martin Mares (PSK Whirlpool-Author), a 13m38s
21º Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 18m12s
22º Jure Golcer (LPR Brakes-Farnese Vini), a 18m18s
23º Vítor Rodrigues (Liberty Seguros), a 18m50s
24º Pedro Lopes (CC Loulé-Louletano-Aquashow), a 20m23s
25º David Vaz (LA-Paredes Rota dos Móveis), a 20m59s
26º Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 24m31s
27º Cristian Salerno (LPR Brakes-Farnese Vini), a 25m00s
28º Pedro Hermida (Xacobeo Galicia), a 25m39s
29º David Livramento (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), a 26m36s
30º José Roldan (Andalucía-Cajasur), a 27m49s

Geral Colectiva
1º Palmeiras Resort-Prio-Tavira, 121h37m07s
2º Liberty Seguros, a 3m15s
3º Barbot-Siper, a 7m29s
4º CC Loulé-LOuletano-Aquashow, a 10m26s
5º LA-Paredes Rota dos Móveis, a 19m46s

Geral Pontos
1º Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Prio-Tavira), 81 pontos
2º Danilo Hondo (PSK Whirlpool-Author), 71
3º Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), 58
4º Manuel Cardoso (Liberty Seguros), 50
5º Rubén Plaza (Liberty Seguros), 47

Geral Montanha
1º Nuno Ribeiro (Liberty Seguros), 41 pontos
2º Sérgio Sousa (Madeinox-Boavista), 37
3º Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), 35
4º Helder Oliveira (Barbot-Siper), 33
5º Oleg Chuzhda (Contentpolis-Ampo), 29

Geral Juventude
1º Tiago Machado (Madeinox-Boavista)
2º Nelson Rocha (Madeinox-Boavista)
3º Oleg Chuzhda (Contentpolis-Ampo)
4º Vítor Rodrigues (Liberty Seguros)
5º Cristian Salerno (LPR Brakes-Farnese Vini)

Nuno Ribeiro ganha a etapa e reforça a liderança.

Blanco ataca no último quilómetro e só Plaza consegue ir com ele. Nuno Ribeiro preprara-se para vencer a etapa.

Eladio Jiménez continua a acelerar enquanto o colega Cabreira ficou para trás.

Nuno Ribeiro a um quilómetro da meta. Perseguidores a 50 segundos, comandados por Jiménez. Cabreira descola.

50 segundos é a diferença entre Ribeiro e o quinteto. Se o camisola amarela vencer a etapa será também o rei da montanha, destronando Sérgio Sousa.

O camisola amarela está sozinho a caminho da Torre. Atrás vêm cinco perseguidores: Cabreira, Bernabeu, Blanco, Plaza e Jiménez. Faltam dois quilómetros para a meta.

Km 151: João Cabreira desiste da perseguição solitária, espera pelos quatro que vêm atrás.

Km 150: Nuno Ribeiro com 41 segundos para Cabreira e 52 segundos para Plaza, Bernabéu e… Blanco e Jiménez.

David Blanco com Eladio JIménez na roda aproxima-se de Bernabeu e Plaza.

Km 149: Américo Silva incentivava Nuno Ribeiro de forma habilidosa, como carro ao lado do corredor, protegendo-o do vento. O comissário apitou para que o director-desportivo da Liberty saísse daquela posição.

Km 148: O camisola amarela tem 36 segundos de vantagem sobre João Cabreira e 55 segundos para Blanco, Bernabeu e Plaza. Avaria na bicicleta de David Blanco que foi ultrapassado pelo grupo de Tiago Machado.

Km 147: Nuno Ribeiro sozinho na frente. João Cabreira ainda está à frente de um trio de espanhóis: David Bernabeu, David Blanco e Rubén Plaza.

Nuno Ribeiro sozinho e atrás o seu companheiro de equipa faz o jogo dos adversários. O ataque de Plaza serviu de lançamento para David Bernabeu que tenta aproximar-se de Ribeiro.

Km 146: Nuno Ribeiro (LIberty Seguros) está quase sempre na frente de João Cabreira. O poveiro cede e o líder vai em solitário. Rubén Plaza (Liberty Seguros) ataca e leva Blanco e Bernabeu com ele.

Eladio JIménez fica para trás. Mas volta a recolar.

Km 144: Ao passar pela barragem da Lagoa Comprida, começa a fazer-se sentir o vento mais forte. Nuno Ribeiro e João Cabreira seguem com 35 segundos de vantagem sobre David Blanco, André Cardoso, Nelson Vitorino, David Bernabeu, Rubén Plaza, Eladio Jiménez e Tiago Machado.

km 143: Vergílio Santos perde contacto com o grupo de David Blanco.

Km 142; Duo com 42 segundos de avanço. David Blanco vem protegido pelos colegas. É de esperar que, a qualquer momento, dispare em perseguição aos trepadores mais puros que lideram a tirada e a corrida.

Km 141: Cresce ligeiramente a diferença: 42 segundos entre Nuno Ribeiro e João Cabreira e o grupo perseguidor onde vêm David Blanco, Nelson Vitorino, André Cardoso, Rubén Plaza, David Bernabeu, Vergílio Santos, Eladio Jiménez e Tiago Machado.

Km 140: 28 segundos entre os dois da frente e o grupo perseguidor de onde descola Tiago Machado. Nelson Vitorino e André Cardoso revezam-se na liderança do grupo, onde também Eladio Jiménez passa dificuldades.

Nelson Vitorino lidera grupo perseguidor onde estão André Cardoso, David Blanco, Tiago Machado, David Bernabeu, Rubén Plaza, Patrik Sinkewitz, Eladio Jiménez, Vergílio Santos. Machado em dificuldades. 19 segundos para o duo da frente.

Km 139: Nuno Ribeiro colabora com Cabreira. Perseguidores a 20 segundos.

Km 138: A perseguição a Ribeiro e Cabreira é feita pelo Palmeiras Resort-Prio-Tavira.

Km 137: JOão Cabreira ataca e Nuno Ribeiro responde. Os dois na frente. Cabreira impõe o ritmo como camisola amarela sempre na roda. O grupo de trás desfaz-se.

Os favoritos não se movem, até porque a Liberty tem quatro corredores e o Tavira cinco no grupo cabeceiro. São presenças que se intimidam mutuamente.

Km 135: Zaballa já cedeu novamente.

Km 134: Hugo Sabido aproveita a descida para a aldeia do Sabugueiro e junta-se ao grupo dos melhores, que j+a tem mais de 20 unidades, até porque Zaballa acaba de recolar. Ainda está na luta pela camisola verde.

Km 133: Também Eladio Jiménez regressou ao grupo dos melhores, continuando no “elástico”.

Km 132: Cerca de 20 unidades no grupo do camisola amarela onde reentrou Damiano Cunego.

Eladio Jiménez em dificuldades na cauda do grupo. Damiano Cunego já ficou para trás e Hugo Sabido também não resiste ao ritmo de Rui Sousa. A Liberty defende a camisola amarela ao ataque, ou seja, com um ritmo que não está ao alcance da maioria.

Os blocos da Liberty e do Palmeiras Resort-Prio bem representados no grupo do camisola amarela.

Km 130: Fim de fuga. Grupo dos favoritos em cabeça de corrida. É Rui Sousa (Liberty Seguros), que aqui venceu em 2008, quem coloca o ritmo.

Quatro em frente de corrida, os mesmos da subida anterior: Nelson Rocha, Constantino Zaballa, Martin Mares e Bruno Pinto. Zaballa cede. Só três na frente.

Guerra já descolou. Com ele está Cândido Barbosa.

O grupo dos candidatos vai perdendo unidades. Os camisolas verde, Sérgio Sousa, e laranja, Oleg Chuzhda, já perderam o contacto. O ritmo é imposto por Héctor Guerra. Fugitivos 26 segundos adiante. Está perto o fim de fuga.

Km 128: Héctor Guerra lidera a perseguição. Grupo dos melhores a 42 segundos da frente.

O esforço de Pedro Lopes foi inglório. Acaba de ser absorvido.

O pelotão também já está na subida.

Km 126,1: Frente de corrida no começo da subida final para a Torre.

Km 124,1: Meta Volante Seia. Ordem de passagem: 1º Danilo Hondo (PSK Whirlpool-Author), 2º Martin Mares (PSK Whirlpool-Author), 3º Bruno Pinto (Barbot-Siper). Pelotão a 1m30s dos oito mais adiantados. Pedro Lopes em posição intermédia.

Km 121: Pedro Lopes (CC Loulé-Louletano-Aquashow) atacou no grupo dos favoritos e está em perseguição aos oito da frente, quando faltam poucos quilómetros para o começo de subida. Pode ser uma preciosa ajuda para os chefes-de-fila da equipa louletana quando começarem as dificuldades.

Km 119: Pelotão a 1m26s dos oito fugitivos na aproximação à meta volante de Seia.

Km 111: Oito homens em cabeça de corrida: Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), Bruno Pinto (Barbot-Siper), Emanuele Bindi (Lampre-NGC),  Javier Ramirez (Andalucía-Cajasur), Kevin Neirynck (Landbouwkrediet-Colnago), Danilo Hondo e Martin Mares (PSK Whirlpool-Author). Pelotão a 1m21s da frente de corrida.

Depois da passagem no Carrazedo, Sérgio Sousa tem 37 pontos e é seguido por Zaballa com 35 e por Hélder Oliveira com 33. Não é crível que qualquer destes corredores pontuem na Torre. No entanto, tanto Nuno Ribeiro (16 pontos) como João Cabreira (17 pontos) podem ultrapassar Sérgio Sousa na classificação dos trepadores em caso de vitória na Torre.

Km 108,9: P. Montanha 1ª categoria Carrazedo. Ordem de passagem: 1º Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), 2º Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), 3º Martin Mares (PSK Whirlpool-Author), 4º Bruno Pinto (Barbot-Siper), 5º Danilo Hondo, 6º Emanuele Bindi, 7º Kevin Neyrinck, 8º Javier Ramirez, 9º Pablo de Pedro, 10º Iban Mayoz.

Km 108,9: Nelson Rocha defendeu a liderança de Sérgio Sousa na montanha, passando primeiro no alto de Carrazedo o que permitiu a Sérgio Sousa segurar a camisola verde por dois pontos. Zaballa teve mau perder e agrediu Nelson Rocha, lançando-lhe um bidon ao capacete.

Km 108: Danilo Hondo também já regressou ao grupo da frente de corrida. São agora seis: Hondo, Bindi, Mares, Zaballa, Rocha e Pinto.

Km 107; Pelotão a 1m10s dos cinco da frente, onde Martin Mares mostra descontentamento pela falta de colaboração dos adversários.

Km 105: Emanuele Bindi (Lampre-NGC) recolou à frente de corrida, onde agora segue um quinteto.

Km 105: O pelotão começa a absorver homens que estavam na fuga. A Liberty comanda o grupo dos favoritos, onde Héctor Guerra já está nos primeiros postos.

Zaballa faz as despesas da corrida e olha amiúde para Nelson Rocha, para ver se o seu marcador directo está em boas condições.

Km 104: Pelotão a 1m25s dos quatro da dianteira. O quarteto a menos de cinco quilómetros do prémio de montanha.

Nova frente de corrida: Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), Bruno Pinto (Barbot-Siper) e Martin Mares (PSK Whirlpool-Author). Zaballa quer vencer na montanha para assumir a liderança dessa classificação. Nelson Rocha e Bruno Pinto estão na fuga para defenderem, respectivamente, as posições de Sérgio Sousa e Hélder Oliveira.

Km 103: No grupo de fugitivos começa a haver a primeira selecção com alguns homens a passarem mal. No pelotão, Héctor Guerra (Liberty Seguros) em dificuldades.

Km 102: Os dois homens da Landbouwkrediet-Colnago comandam o grupo de fugitivos. Pelotão aproxima-se e está a 1m32s.

Km 101: Pelotão a 1m44s dos fugitivos.

Filipe Cardoso (Liberty Seguros) endurece a corrida no pelotão. É um trabalho semelhante ao que fez no Alvão, na etapa da Senhora da Graça. Pelotão a 2m01s dos fugitivos.

Pelotão, encabeçado pelos homens de trabalho da Liberty Seguros, aproxima-se do início de subida para Carrazedo. O grupo de 11 continua unido na frente, já na subida.

Km 99: Fugitivos entram na subida do Carrazedo. Pelotão a 2m42s.

Km 94: No pelotão começam a aparecer as camisolas do Palmeiras Resort-Prio-Tavira junto das da Liberty Seguros.

Outro corredor da Andalucía-Cajasur deixou hoje o pelotão: Esteban Plaza. Antonio Piedra e López Gil nem sequer haviam alinhado hoje em Oliveira do Bairro.

Km 93: Pelotão a 3m15s dos homens da frente. Os fugitivos estão a seis quilómetros do início de subida para o alto de Carrazedo.

Km 91,9: Meta Volante Alvoco da Várzea. Ordem de passagem: 1º Danilo Hondo, 2º Martin Mares, 3º Constantino Zaballa.

Km 90: O trabalho da Liberty Seguros dá frutos e a diferença cai para 3m18s.

Km 85: O pelotão está estirado devido à velocidade imposta pela Liberty Seguros. Ainda assim, a diferença para a fuga cresceu para 4m10s.

Apesar de a temperatura estar elevada, ainda que mais baixa do que nos dias anteriores, já caíram algumas gotas de chuva sobre o pelotão.

Km 75: Fugitivos alargam a diferença para 3m30s.

Km 67; A Liberty Seguros persegue na cabeça do pelotão, que está a 2m22s dos onze escapados.

Pontos a atribuir nas Montanhas.
Alto Carrazedo (1ª): 15-13-11-9-7-5-4-3-2-1
Torre (Cat. Especial): 25-20-17-15-13-11-9-7-5-4-3-2-1

Nenhum dos primeiros está na fuga. Constantino Zaballa, que hoje já somou 5 pontos e tem agora 22, encontra-se escapada. Se passar no Carrazedo em primeiro iguala os 37 pontos do líder, Sérgio Sousa.

Km 62,7: Meta Volante Tábua. Ordem de passagem: 1º Danilo Hondo (PSK Whirlpool-Author), 2º C. Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), 3º Nelson Rocha (Madeinox-Boavista). Pelotão a 2m51s.

Km 60: A dois quilómetros da meta volante instalada em Tábua, os 11 da dianteira têm uma vantagem de 2m43s face ao pelotão.

Constantino Zaballa pode tornar-se líder da montanha se conseguir passar em primeiro no alto de Carrazedo, contagem de primeira categoria.

Km 52: Pelotão a 2m30s.

KM 51: Já se deu a junção dos dois grupos. Agora seguem na frente de corrida 11 homens: Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), Bruno Pinto (Barbot-Siper), Pablo de Pedro (CC Loulé-Louletano-Aquashow), Emanuele Bindi (Lampre-NGC), Iban Mayoz (Xacobeo Galicia), Javier Ramirez (Andalucía-Cajasur), Bert Scheirlinckx e Kevin Neirynck (Landbouwkrediet-Colnago), Danilo Hondo e Martin Mares (PSK Whirlpool-Author). Nelson Rocha, 22º, a 6m06s de Nuno Ribeiro, é o mais bem colocado dos fugitivos.

Km 44,7: A saída foi rápida e percorreram-se 44,7 quilómetros na primeira hora de corrida.

Km 42: Cinco homens saem do pelotão e tentam alcançar o sexteto da cabeça de corrida. Os cinco intermédios são Bruno Pinto (Barbot-Siper), Emanuele Bindi (Lampre-NGC), Javier Ramirez (Andalucía-Cajasur), Bert Scheirlinckx e Kevin Neirynck (Landbouwkrediet-Colnago). Diferença entre grupos de fugitivos é de 21 segundos.

Km 35: Atacam seis homens, alguns repetentes da iniciativa anterior: Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), Nelson Rocha (Madeinox-Boavista), Pablo de Pedro (CC Loulé-Louletano-Aquashow), Iban Mayoz (Xacobeo Galicia), Danilo Hondo e Martin Mares (PSK Whirlpool-Author).

Km 34: A fuga dos oito corredores já não existe, mas não param as tentativas de fuga.

Km 25: Pelotão a 25 segundos dos oito escapados. O mais bem classificado dos fugitivos é Bruno Pires (Barbot-Siper), 19º, a 3m38s Hélder Oliveira (Barbot-Siper), 15º, a 2m32s da liderança de Nuno Ribeiro (Liberty Seguros).

Km 22,5: P. Montanha 3ª categoria Luso. Ordem de passagem: 1º Constantino Zaballa, 2º Sérgio Sousa, 3º Hélder Oliveira, 4º Jure Golcer. Sérgio Sousa ganhou a primeira batalha pela camisola verde, reforçando a diferença para o mais sério rival, Hélder Oliveira.

Km 21: Saem do pelotão oito corredores: Constantino Zaballa (LA-Paredes Rota dos Móveis), Sérgio Sousa (Madeinox-Boavista), Bruno Pires e Hélder Oliveira (Barbot-Siper), Pablo de Pedro (CC Loulé-Louletano-Aquashow), Jure Golcer (LPR Brakes-Farnese Vini), Iban Mayoz (Xacobeo Galicia) e Martin Mares (PSK Whirlpool-Author). Pelotão a 20 segundos.

Km 20: Um grupo de 12 homens que se adiantara ao pelotão foi absorvido, quando faltam dois quilómetros para a contagem de montanha no Luso.

Km 15: Rola-se depressa e com muitos esticões. Mas ninguém tem carta branca para se isolar.

Com a primeira montanha do dia colocada logo ao quilómetro 22, no Luso (3ª categoria), as movimentações no pelotão terão forçosamente em conta essa passagem.

Km 10: Pelotão muito movimentado, mas ainda não pegou nenhuma das tentativas de fuga.

Km 0: Foi dada a partida real. Saíram 106 corredores. Não alinharam os dois homens que deram a dobradinha à Andalucía-Cajasur na etapa que terminou em Fafe, Antonio Piedra e José López Gil.

9ª etapa, Oliveira do Bairro – Torre, 154,6 km
Ao penúltimo dia temos a etapa-rainha da Volta a Portugal. A chegada à Torre, embora não se faça pela vertente da Covilhã, que é a mais dura, é sempre crucial. A subida de 28,5 quilómetros, pelo lado de Seia, é antecedida pela escalada ao Alto de Carrazedo, uma duríssima contagem de montanha de primeira categoria. Se a Volta não sair já praticamente decidida desta jornada, poucas serão as contas ainda em aberto.
Altitude/Local/Km percorridos/Km a percorrer/Hora
80 Partida: Câmara Municipal 0 154,6 13h00
186 Luso: Início subida 18,7 135,9 13h39
399 PM 3ª Cat. Luso 22,5 132,1 13h45
231 Meta Volante: Tábua 62,7 91,9 14h49
287 Meta Volante: Alvoco das Várzeas 91,9 62,7 15h35
313 Seia – Manteigas EN 338 Início subida 99,2 55,4 15h46
971 PM 1ª Cat.  Alto do Carrazedo 108,9 45,7 16h01
557 Meta Volante: Seia 124,1 30,5 16h25
528 Início de subida 126,1 28,5 16h29
1961 Meta: Torre PM Cat. Esp. 154,6 0 17h14

72 Comments

Comments are closed.

  1. Afinal o nuno ribeiro e a liberty são uma fraude e não ganharam a volta…

  2. irmã do monteiro(Pres.Junta)

    Não imagina do gosto que deu ao meu irmão e min claro , como Sobradense

  3. Claro que me recordo andre .É o que temos, infelizmente.

  4. Força LIBERTY para o ano o Cabreira é nosso.

  5. PIRES devi pensar que a Volta era como ganhar uma ou outra etapazeca na era das vacas gordas!!!!!! Mas não teve pernas….

  6. ola meg!!!gostava de saber quem és,sou apoiante da liberty mas parece-me que voce é da madeinox boavista mas como mencionou o nosso manuel cardoso fiquei com curiosidade de saber quem é voce…????é que apoiar ciclistas destas duas equipas nao costuma ser normal!!!!!

  7. O Nelson é da escola do zé barros ( Aluvia ) recordam-se do prémio RTP um caso de porrada com um corredor do Aluvia

  8. FORÇA SAMPAIO,FORÇA MANUEL CARDOSO,FORÇA BENTA,O CICLISMO É UMA FESTA E NAO UM CAMPO DE BATALHA…….

  9. Ès o maior tiago machado…força

  10. o nelson é um grande ciclista.. e tu luis silvs tens é muito paleio queria ver se fosse contigo, o nelson so fez o trabalho dele tenhem k compreender isso e so reagio como reagio pk foi insultado se nao nunca teria reagido assim

  11. Cabreira excelente, mostrou mt caracter, tentou e arriscou em vencer, não deu mas não deixa de ser uma EXCELENTE volta p o Cabreira cm para o LOulé-Aquashow. Pena a atitude egoista dos espanhois Eladio Jimenez, estava a trabalhar p o “colega de ekipa” Ruben Plaza? Tiago Machado pode ser que ao mudar de ares, mude de pensamentos para que seja o melhor corredor portugues(está mal aconselhado no boavista). Quanto ao Nelson Rocha é cm diz o Luis Silva… Por falar em “rodistas” Pires só confirmou aquilo que se esperava: A ESTRADA É QUE DITA OS CAMPEÕES, falou muito e prometeu muito, isso já não é ambição é SIMPLESMENTE FALTA DE HÚMILDADE! pARABÉNS pORTUGUESES :)

  12. sporting até morrer

    parabens nuno ribeiro e também parabens ao boavista.

  13. O Nelson Rocha é useiro e vezeiro neste tipo de situações. Se eu estivesse no lugar do Constantino Zaballa não tinha ficado assim. Ia era pela ribanceira abaixo. Não falo do sprint , que fez o seu papel, embora com pouca ética, mas do que se passou posteriormente.

    Quem anda no pelotão sabe bem quem é o Nelson Rocha.

  14. FORÇA ZABALA

    O boavisteiros vejam bem o que o Nelsinho fez e depois falem… O Zabala só perdeu a cabeça por causa da criancisse do Nelson, eu até o tinha como o grande homem… Mas com esta atitude o Nelson desceu muito na minha consideração… Ele para chegar ao nivel do Zabala tem q crescer mt…..

  15. mario chipoline

    Pena o Eladio Jimenez não ter esperado pelo Cabreira para que fossem os outros a perseguir e quem sabe a historia final da etapa seria outra, o director desportivo deveria ter mandado parar o Jimenez afinal o Cabreira era o 2º da geral ou então não conseguiu porque ele não tinha auricular.

  16. mais uma vez o PIRES mal mexeram na corrida descolou logo. Tanta garganta que apontava para os 5 primeiros. Agora nem para ajudar o Barnabeu serviu………

  17. todos estes comentarios só merecem uma frase QUE FALTA DE RESPEITO, METE PENA

  18. E COMO ME PUDE ESQUECER…..GRANDE MAS GRANDE RUI SOUSA…SEMPRE PRESENTE NOS GRANDES MOMENTOS…DESDE O TEMPO DA PORTA DA RAVESSA EM PROL DOS LIDERES….HERNANI BROCO, JOSE MENDES, RICARDO VILELA, ANTONIO JESUS E EDGAR PINTO…ESTA VITORIA TAMBEM É VOSSA!

  19. GRANDE LIBERTY…FINALMENTE AMERICO!TIRANDO O FRACO DESEMPENHO DO HECTOR GUERRA…VOLTA FANTASTICA DA MELHOR EQUIPA PORTUGUESA…HOMENAGEM AO CARLOS NOZAL,ISIDRO NOZAL, MANUEL CARDOSO, FILIPE CARDOSO E VITOR RODRIGUES….QUANTO AO RUBEN PLAZA MENOS BEM…E OBVIAMENTE OS MEUS CUMPRIMENTOS A UM GRANDE CICLISTA PORTUGUES ….NUNO RIBIRO!NAO GANHOU MAIS POR TER UM SR CANDIDO NA EQUIPA…VITORIA VALORIZADA PELO SP BOM DESEMPENHO DO DAVID BLANCO

  20. toda a gente fala e por alguns comentarios k leio aki percebe-se k pouco ou nada percebem de ciclismo mas em fim.. parabens ao NUNO RIBEIRO e parabens pra o NELSON ROCHA é um grande ciclista. tudo de bom abraço

  21. agora amigo venancio….ja pouco ha a fazer! devia ter sido a uns valentes dias!!!! Enfim!
    Parabens ao Nuno

  22. Sim é verdade… grande etápa de Rui Sousa!!!! muito da liberty develhe a ele.

    grande ciclista… parabens

  23. numa etapa de alta montanha o camisola verde n pode querer vencer a camisola da montanha qd chega a 20 minutos do 1º… deviam era unir-se em torno de tiago machado…abra os olhos professor!

  24. n tenho nada contra os portugueses nem contra a madeinox em particular…muito pelo contrario, apoio todos mas tenho opinião, a madeinox mostrou nesta volta q n funciona como equipa…hoje foi mais uma vez o q vimos, deram tudo para segurar uma camisola q pelos vistos estava perdida á pardida e n vi ninguem ajudar tiago machado na subida…como fez o tavira com o blanco…n é animosidade, trata-se de analizar e opinar, os resultados mostram isso mesmo…tiago fez um grande subida…para quem o fez SOZINHO….entendem??????????

  25. Blanco perde a volta naquele problema técnico, em 1 kilometro rouba 30 segundos, e mesmo depois de despender aquele esforço todo para voltar a agarrar o barnabéu.

  26. Parabéns ao GRANDE RUI SOUSA pelo seu enorme trabalho nesta etapa………………de facto é um bom atleta

  27. ninguem gosta do boavista pelas atitudes tipo esta do s. boavista trabalhou bem em prol da ekipa para o ano . ele tentou mas nao deu parabens a todos

  28. Parabéns aos Boavisteiros que estavam na torre. :D Ainda eram alguns e notava-se que fizeram bom trabalho e os litros que levaram foram gastos!

  29. está resposta a justiça na classificação da montanha…grande subida de nuno ribeiro…

  30. PSdias… não adianta… aqui há mesmo quem nao gosta do Boavista… tenho pena pelo Tiago que é uma fera e notou-se lutar até à ultima. espero que consiga a laranja que lhe é bem merecida. E que amanhã faça um bom crono! mas vai ser complicado.

    Os meus parabéns ao David Blanco! Problemas mecanicos e por-se em cima da bicicleta com mais vontade! mostra ser um bom atleta!

    parabéns ao Nuno Ribeiro e espero que amanhã ele ganhe novamente esta volta.

  31. Quem apoiava o Cabreira… trabalhou bem em prol da equipa. :D para o próximo ano!

  32. Sinceramente, há aqui comentários que a mim me parecem ridiculos. Vejo aqui alguma animosidade para os corredores da Madeixnox. O Sergio Não tem merito, o Nelson e um porco e o Tiago ainda bem que fica para tras?
    Sinceramente, não apoio ninguém em especial, apoio acima de tudo os portugueses, mas vejo aqui muitos que pare eles interessa é deitar abaixo os corredores da Madeinox. Que crime cometeu esta equipa PORTUGUESA???

  33. pode fazer segundo k ganha a verde a mesma tanto trabalho do boavista para nada pelo menos fica num portugues

  34. la vai a verde para o cabreira vai levar 2 uma verde e uma amarela força vergilio e la vai o tiaginho

  35. Toda a gente viu, caro renato. Mas ele fez o pirete do nada ou sera que não viu o Zaballa encostar-se a ele para o insultar, esquecendo-se que ele apenas fez o seu trabalho, logo apos o premio de montanha?
    O Nelson não devia nunca ter reagido porque mostraria superioridada, mas não esquecendo que esta é a 1ª ou 2ª volta que o Nelson faz e que tem menos de 23 anos em comparação com a expereiencia do espanhol. Não serve de atenuante, mas voce não deve ter sangue nas veias. Alguém o isnulta e voce nao diz nada? Alguem lhe atira um bidon a cabeça e voce fica impavido e sereno?

  36. na minha televisão eu vi o nelson rocha fazer um gesto muiiiiiito feio, e n estou a falar do gesto de mandar calar o zaballa…n sei é se deu em todas as tv`s

  37. eu vi o nelson rocha fazer um “pirete”….voces não????????????????

  38. Não tem merito? Caro renato, poupe-me. Querem ver que ele não conquistou os 37 pontos e lhe foram oferecidos.
    Se fosse o Helder Oliveira ou o Zaballa taambém era sem merito então?
    Sinceramente, há coisas que não entendo, até no ciclismo há facciosismo.

  39. Vá ver aos ultimos vencedores da camisola da montanha e vê muitos deles que não são nem nunca foram trepadores. Longe estão os tempos que os reis da montanha eram corredores como Joaquim Gomes. Claro que não está ganha, alguém disse que estava? Mas porque é que não haveria de ser defendida em todas as situações possíveis? Esta era uma dessas. Se não for possivel defendê-la na Torre, paciência, há que dar os parabens a quem vencer, mas pelo menos ficar com a consciencia tranquila de tudo ser feito para ser defendida.
    Já agora, os 37 pontos que o Sérgio Sousa tem, são sinal que o os conquistou, ninguém lhos ofereceu.
    Já agora esse seu raciocinio então também iria aplicar-se ao qualquer outro dos actuais candidatos a camisola verde, poeque nenhum deles vai aguentar ate a Torre.

  40. esse se vencer a camisola verde é um rei sem mérito nenhum, pois acho q a camisola deve ser entregue ao melhor dos trepadores…e n me parece q seja o sergio sousa.

  41. é essa e a amarela de tiago aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  42. mas a camisola ainda n está ganha…há mts dos candidatos q pode retira-la se vencerem na torre…o rei da montanha????? chamem-lhe o q quiserem, eu n chamaria rei da montanha a um ciclista q nas verdadeiras montanhas fica para trás…

  43. Sim a camisola verde do sérgio! é uma camisola de toda a equipa!

  44. Obikwelu… que jesto obesceno! se te tivessem a insultar não mandavas calar?
    Querias que o Nelson lutasse para o Zaballa? lololol bem não devo mesmo perceber de ciclismo!

    E o David Blanco na Senhora da Graça? :D e a luta era outra!

  45. Caro Ze, o rei da montanha é o ciclista mais regular e que mais pontua nos premios de montanha. Estas são as regras. E se agradece aos seus colegas, é para isso que serva a equipa, não?

  46. Caro obikwelu não sei se já reparou na barbaridade que escreveu aí. ENtão o principal interessado em chegar a frente ao premio de montanha era o Zaballa e o Nelson Rocha apenas teria que defender a camisola verde do Sérgio Sousa ainda ia colaborar na subida? É obvio que depois teria de sprintar para o premio de montanaha para defender a verde do Sergio Sousa. O Zaballa nao teve pernas e tudo o que se passou de seguida é vergonhoso por parte do espanhol. Prirmeiro ao insultar o Nelson logo apos a meta de montanha e depois com a situação ridicula de o agredir com o bidon na cabeça. O nelson não devia reagir, isso mostrava superioridade, mas quem é que apos levar com um bidona na cabeça e uma série de agressões verbais não reagia? Qual foi o crime que o Nélson cometeu para tanta falta de caracter do Zabala? Trabalhar para a equipa? O Nelson fez e muito bem o seu trabalho, passando em primeiro na Montanha.

  47. o rei da montanha fica a comessar a subida tb nao deixa de ser bonito pode agradesser os seu colegas

  48. Voces já ouviram falar de ética???? no ciclismo costuma haver, mas há ciclistas q são “porcos”…nelson rocha n colabora em nada na fuga e depois vai lá sprintar para a montanha??? podem n concordar comigo, mas acho feio…claro q a reacção do zaballa n é boa, mas se calhar eu fazia pior depois daquele gesto obsceno…

  49. os comentadores nao podem defender ekipas k diga o k é justo comprimentos

  50. força paredes

  51. força bruno barbosa

  52. nao foi só atirar a garrafa mas também insultos antes.

    mas o nelson não deveria ter respondido às atitudes do Zaballa! mas entendo melhor a atitude do nelson que a do Zaballa… já que foi agredido duas vezes… e talvez ainda continuasse as agressões!

  53. A retirar deveria ser os 2, o q zaballa fez n se faz…é mt feio, mas nelson rocha n lhe fica atrás…viram o gesto q fez????alem de responder á agressão…era por os 2 fora da corrida de vez!!!!

  54. tshhhhhh! De que equipa é esse Zaballa! era já retirar o artista!

  55. Zé Carlos podes por favor fazer novo apanhado com os pontos?

    parabéns pelo trabalho! este site e este jornal é um sucesso!

  56. Grande Nelson! Parabéns!

  57. vamos Nelson. Ganha essa montanha! vai ser complicado!

  58. eu gosto bastante de ciclismo por isso! pelo sacrificio dos ciclistas. porque sei quanto custa…

    Sinceramente apoio o Tiago, na vitória ou na Derrota! Por exemplo quando o Joaquim Gomes saiu da Recer-Boavista, eu no ano seguinte estava a apoiá-lo! O Tiago vai sair este ano do Boavista, espero que o clube encaixe algum dinheiro… e que continue a fazer o excelente trabalho com os jovens que tem!

    Concordo que não tenha feito as melhores escolhas o treinador… agora jogou! Podia ter corrido bem… correu mal! se pudesse ter o José Azevedo a treinar o Boavista ficava contente. Mas há que lutar até ao final com as armas que temos! Hoje o nome do Tiago, Sérgio, Nelson, e do Boavista de certeza que vai estar bem na estrada. Ontem sairam 200litros para sujar a estrada toda!

  59. Se as pessoas persebecem o esforço e o desempenho de um ciclista durante todo o seu percurso não falavam assim,as horas de treino todos os dias durante todo o ano é um trabalho arduo que infelismente algumas pessoas não sabem reconhecer .Para quem não lhe sabe dar valor é melhor estar CALADO não fazer comentários desnecessários, BOA SORTE a todos os CICLISTAS .

  60. caro boavista…o clube enquanto instituição n me merece reparos e tenho pena q no futebol se tenha extinguido, mas estamos aqui a analisar e comentar etapas da volta a portugal e não o nome boavista…a verdade é q partilho da opinião de vários comentários q por cá tenho lido, se é verdade q a madeinox boavista tem bons atletas, tb acho q n tem um treinador á altura para poder potenciar os bons valores q tem na equipa…por exemplo, todos concordamos q tiago machado tem enorme potencial e q poderia ganhar uma volta a portugal, mas com as constantes tácticas erradas e com a falta de coordenação da equipa nunca ganhará uma prova deste genero…as opiniões valem o q valem, mas mesmo q n concordemos com elas temos de as aceitar…

  61. ontem ouve uma grande tempestade em Viseu. Os atletas rodaram proximo… em Oliveira de Frades acho que chovia torrencialmente! :D

  62. não percebo nada… :D Qual é o problema? é só para entendidos esta parte!!!

    claro que se um atleta voa numa etapa e depois chega sempre em ultimo, e desiste… e olha que eles não pareciam cansados! :D fui ver várias etapas e em ambas eles passavam em ultimo!

    talvez seja como o outro colega ai disse!! eles estejam mais atentos à vuelta!

    Agora quanto a algumas pessoas que por aqui vão passando… vão falando muito mal do Boavista! já não basta o futebol… o ódio é assim tão grande??? Nunca falei mal de nenhuma equipa… mas talvez seja por não perceber nada. :D

  63. alguem me sabe dizer que pontos sao atribuidos nos diferentes premios montanha?

  64. n se esqueçam q para alguns ciclistas esta volta a portugal é um “treino”para a vuelta a espanha…por isso n será de estranhar q outros sigam o mesmo rumo, como já foi dito, estes atletas fizeram um exelente trabalho e conseguiram aquilo q muitos ainda não conseguiram…victorias, há ciclistas neste pelotão a quem se exige mt mais do q “andar na roda” e ainda nada fizeram de relevante…

  65. Engano meu o Piedra não andou fugido fiz confusão

  66. Força Tavira!!! Os meus Parabens pelo vosso trabalho ao longo de todas as etapas

  67. rectificar que dos oito primeiros fugitivos o melhor classificado era Helder Oliveira que está em 15º a 2’32”

  68. realmente esta saida é realmente suspeita, até porque o Antonio Piedra andou fugido sinal de boa forma .

  69. força liberty

    boavista percebes d ciclismo? nunca ouviste dizer que mais vale um passaro na mao que 2 a voar?! eles ja têm vitorias, fizeram uma excelente volta e olha para a tua madeinox…tem alguma vitoria?’? coitadinhos…

  70. esses 2 atletas da andaluzia depois dessa etapa… andavam estoirados… chegavam sempre no fim… estranho… eu fazia teste!