Cândido Barbosa: “Consegui surpreender-me a mim mesmo” – reacções

Satisfeito com a vitória no prólogo e com a conquista da camisola amarela, Cândido Barbosa (Palmeiras Resort-Prio-Tavira) afirmou-se surpreendido com o próprio desempenho: “Não entrei com o pé direito, entrei com os dois pés ao mesmo tempo e consegui surpreender-me a mim mesmo, embora tivesse intenção de fazer um bom tempo. Acelerei para ficar nos lugares cimeiros e consegui ser o mais rápido, o que me deixa muito satisfeito. Apesar dos meus 34 anos, tenho de dar os parabéns ao meu ‘motor’ e ao meu ‘relógio’, por terem correspondido”.

A alegria de uns é a tristeza de outros. Filipe Cardoso (Liberty Seguros) chegou a acreditar que poderia vencer o prólogo, mas foi batido por escassos dez segundos centésimos de segundo. “Sabia que tinha algumas possibilidades neste tipo de corrida, embora inicialmente não acreditasse que poderia ganhar. No entanto, depois de ver o tempo que fiz e os corredores que iam chegando sem bater a minha marca, comecei a acreditar na vitória. A certa altura, veio o Cândido Barbosa estragar-me a festa”, resumiu o primo da triatleta Vanessa Fernandes.

Héctor Guerra (Liberty Seguros) encarou o resultado do prólogo com naturalidade. “As diferenças são curtas e o desfecho da corrida de hoje em nada muda as minhas ambições. Não era um contra-relógio ao meu gosto, prefiro-os mais extensos”, afirmou o madrileno que antes de partir ainda acalentava a esperança de oferecer a si próprio a camisola amarela, numa prenda pelo 31º aniversário que amanhã comemora.

Também David Blanco (Palmeiras Resort-Prio-Tavira) desdramatizou o resultado, tendo em conta o facto de não se adaptar a provas tão curtas. “Sabia que neste percurso não tinha nada a fazer, fiz o que pude, a descer acho que perdi seis segundos e fiz bastante para não perder a subir. A Volta acaba de começar e eu perdi menos tempo que noutros anos no prólogo”, referiu o galego. Com efeito, em 2008, Blanco cedeu 6 segundos para Rubén Plaza, que então venceu. Em 2007, perdera 12 segundos para Martín Garrido, que ganhou nesse ano. Há contudo, uma diferença. A prova do ano passado tinha 6,4 quilómetros e a do ano anterior somava 6,8 mil metros.

3 comentários a “Cândido Barbosa: “Consegui surpreender-me a mim mesmo” – reacções”

  1. o filipe cardoso perdeu por escasos 10 milesimos, e não dez segundos! perdeu ao microscopiio!!
    é pena mas é desporto!
    Parabens candido!

Os comentários estão fechados.