Paredes contrata Zaballa e Celestino Pinho

Zaballa poderá ser declarado vencedor do GP Paredes
Zaballa poderá ser declarado vencedor do GP Paredes

A equipa Paredes Rota dos Móveis anunciou hoje duas contratações para a temporada que se avizinha: Constantino Zaballa (ex-LA-MSS) e Celestino Pinho (ex-Barbot-Siper). Os dois corredores juntam-se a David Vaz e Hector Figueira, únicos ciclistas da equipa cujo vínculo se prolongava para 2009. No decorrer da próxima semana deverão ser revelados novos recrutamentos, sendo também previsível a divulgação de renovações contratuais com elementos que este ano correram pela Fercase-Rota dos Móveis.

Os dois reforços chegam aos paredenses depois de uma época 2008 conturbada. Zaballa fez parte do colectivo poveiro que se viu afastado das estradas devido à investigação policial por suspeitas de dopagem organizada, levada a cabo pela Polícia Judiciária. Mesmo não sendo visado nas investigações, o antigo ciclista da Caisse d’Epargne e um dos corredores supostamente clientes de Eufemiano Fuentes na rede desmantelada na Operação Puerto, “apanhou por tabela”, estando sem competir na estrada desde Julho. Além de alguns triunfos parciais, no caso de o recurso de Pedro Cardoso não ser procedente, Constantino Zaballa será declarado vencedor do GP Rota dos Móveis de 2008, pois o primeiro classificado, Cardoso, acusou uma substância proibida, tendo Zaballa sido o segundo.

Celestino Pinho foi despedido pela Barbot-Siper, após ser suspenso pela Federação Portuguesa de Ciclismo, na sequência da falta a um controlo surpresa fora de competição. A suspensão já foi cumprida, pelo que Mário Rocha pode contar com este reforço desde o começo da época de 2009. O próximo ano será de viragem no bloco de Paredes, uma vez perdido o patrocínio da Fercase. Caso não surja outro investidor, deverá ser a autarquia local a suportar o grosso do investimento num projecto que divulga em Portugal e no estrangeiro a indústria de mobiliário do concelho.

1 comentário a “Paredes contrata Zaballa e Celestino Pinho”

Os comentários estão fechados.