O lado bom de Armstrong ao lado de Ulrich – assim são os grandes campeões

Armstrong e Ullrich eram rivais, agora são melhores amigos.

Eles foram rivais durante as suas carreiras desportivas , mas depois de finalizado o seu compromisso desportivo, os dois ciclistas mais famosos do início deste século tornaram-se amigos íntimos. Desde que Jan Ullrich se desviou por maus caminhos, após a sua carreira, Lance Armstrong esteve lá para apoiá-lo e colocá-lo de volta no caminho certo. Neste fim de semana, encontraram-se novamente num evento de ciclismo. Um feliz reencontro, que Armstrong mostrou na sua página do Instagram.

Após a carreira ativa de Ullrich, o ciclista alemão seguiu na direção errada . Foi internado numa clínica de reabilitação por abuso de álcool e drogas e também por agressão. Ao longo deste período difícil , Armstrong foi visitar Ullrich regularmente para encorajar seu ex-rival, dando início a uma bela amizade.

 

Impossível traduzir por palavras o que significa voltar a ter saúde. Estou orgulhoso de ti, campeão. Fica a saber que gosto de ti e sempre estarei a teu lado. ” – disse Armstrong.

“Conheces a minha história”, disse o vencedor do Tour de 1997 em conversa com Armstrong. “Há três anos tive grandes problemas. Vieste ter comigo- quando soubeste que estava a passar por um momento difícil, não hesitaste um momento e vieste de avião. Jamais esquecerei isso, porque quase me ia acontecendo o mesmo que o Marco Pantani (ex-ciclista italiano que morreu de overdose em 2004, ed.). Eu quase morri. Felizmente, tenho bons amigos. Tu ,mas também Johan (Bruyneel, ed.) e outros. Agora estou muito feliz de novo. ”

Imagem

O alemão, que levou Armstrong para casa na sequência de um evento de ciclismo em Maiorca, disse que redescobriu seu amor pela bicicleta. “treino todos os dias, só bebo água, parei de beber álcool e drogas, já há três anos. A minha namorada cozinha refeições saudáveis ??. Como resultado, estou de volta à boa forma e a sentir-me bem novamente. O meu problema foi esquecer o que era bom para mim. Andar de bicicleta, amigos, meus filhos, minha família … Por momentos da minha vida , esqueci-me disso tudo. Precisei de ajuda e felizmente consegui. ”

Ullrich e Armstrong travaram algumas batalhas épicas pela vitória no Tour , no final dos anos 1990 e início dos 2000. No entanto, devido ao fato de ambos terem admitido, mais tarde ,ter feito uso de doping durante suas carreiras, a maioria de seus resultados foi descartada. As coisas pareciam dar tudo errado para Ullrich em 2018, quando foi forçado a ser internado numa instituição para doentes mentais após ter agredido uma rapariga de programa e agredir um seu vizinho.