JN: Contte com mais pedal em Vila real

Contte arranca na última curva e vence ao milímetro a quarta etapa do Grande Prémio JN
FOTO: JN

Era uma etapa que prometia, com o regresso extemporâneo do Grande Prémio JN, por terras transmontanas. na verdade, os 149 kms que levaram os ciclistas a ultrapassar um constante corrupio de subidas e descidas, mas também de muitas e boas fases rolantes, não deu para separar os homens da frente.

Numa chegada disputada ao sprint, o ciclista do Louletano, Tomas Contte deu aos algarvios um triunfo, que não é inesperado, pois o argentino já deu mostras que é capaz de ganhar aos melhores portugueses.

Pelo meio da etapa, com um acumulado perto dos três mil metros, as subidas foram feitas de prato grande e em grande andamento. Uma fuga de doze ciclistas, que deu durante algum tempo a liderança virtual a Henrique Casimiro, foi condenada ao malogro, A equipa da TavFer defendeu bem o seu leader, mas foi evidente que se a W52 não fosse para a frente da corrida a escapada não seria anulada, o que veio a acontecer na famosa rampa de Murça, a subido do Pópulo, Daí até à meta foi sempre a descer, e não obstante o cuidado dos homens do Tavira na preparação do sprint para César Martingil, seria Contte a vencer. Na frente da corrida tudo na mesma