JN: Joaquim Silva o melhor do grupo dos pretendentes ao triunfo final

Joaquim Silva reforça liderança em mais uma vitória de Mauricio Moreira

Joaquim Silva ( TavFer-Mortágua) não só conservou a sua camisola amarela de guia do prémio JN, como aumentou a diferença para os seus rivais. A fuga da chegada a Ovar, na etapa de ontem fez as suas diferenças e, muito embora os primeiros lugares da etapa de hoje, tenham sido ocupados por ciclistas de relevo, como o caso de Mauricio Moreira, o vencedor, José Fernandes segundo e António Carvalho que foi terceiro, estes tinham quase cinco minutos de atraso para Joaquim Silva.

Joaquim Silva, natural de Penafiel tem pautado a sua carreira, com alguns altos e baixos, mas o seu elevado grau de profissionalismo acabou por premiar os esforço do ciclista, que se apresentou neste Prémio JN numa grande condição física. A Volta não lhe correu de feição, mas este Prémio JN está a revelar o valor do ciclista penafidelense. Silva defendeu-se bem, foi o melhor do grupo de 18 ciclistas que chegou isolado na etapa de ontem, resistiu a Ricardo Vilela ( W52 FCP) o que mais se lhe aproximou e defendeu a sua liderança com unhas e dentes, num percurso que lhe é favorável, pois é um bom trepador. Na terceira posição está o galego Alejandro Marque, do Tavira – Atum General .