Mudança de data muito positivo para o Prémio JN

A passagem do Prémio JN para finais de agosto sempre foi uma aposta ganha pelo organizador que, acudiu à ideia, embora com algumas reservas. O receio de que equipas e ciclistas pudessem alinhar com algumas deficiências na sua preparação, acabou por cair em saco roto, pelo menos para aqueles e, infelizmente, são alguns, que preconizavam uma ideia errada do que é o nosso ciclismo interno.

É verdade que talvez, pelo menos até agora, tenha faltado algo mais competitivo, pelo menos na assunção da corrida, por parte dos blocos mais fortes, mas as etapas disputadas até ao momento revelaram-se extraordinariamente rápidas, com muitos ataques , o que tem animado todas a caravana, sinal evidente que a prova tem sido um sucesso, em termos competitivos.

Noutro capítulo, interessante para o organizador, equipas e patrocinadores, tem sido a adesão de público. Nunca um Prémio JN, dos últimos anos, teve tanto público na estrada como este ano. As férias ainda estão a dar os últimos dias e o povo aparece em massa.

Talvez o ideal , em 2022 seja antecipar ainda mais uma semana a data de início da prova, fazendo com que esta seja disputada na sua totalidade no mês de agosto. Todos teríamos a lucrar, com início num período entre 23 e 26 de agosto.