Já falta pouco para ver quem é o melhor no C/R

A saga dos JO está praticamente no final, isto no que ao ciclismo de estrada diz respeito . Foram muitos o projetos, as ilusões e as aspirações a uma medalha, mas o certo é que as medalhas são poucas para tantos candidatos.

Todos se prepararam, todos alinharam e vão alinhar, amanhã, com o pensamento e o sonho de que a glória estará ao seu alcance. Mas, para sermos sinceros, não está. O triunfo e a glória só estão acessíveis a uns poucos, em especial, numa prova tão especifica como o C/R, onde os especialistas não são muitos.

Van Aert parte como figura da prova, lado a lado com o italiano Ganna, o suíço Stefan Kung, o australiano Rohan Dennis e, um pouco à pressão outro belga Evenepoel . Serão estes que, a priori irão discutir as medalhas olímpicas ? Estamos convencidos que sim, embora apareça uma segunda linha onde se pode repescar nomes como Richie Porte, Cavagna, Asgreen, Geraint Thomas e porque não Nelson Oliveira, ou João Almeida para um lugar no top ten ?

Já falta pouco para sabermos, e para o regresso à Europa de um pelotão que não morreu de amores com as exigências japonesas, e com a falta de interesse, em comparação com outras edições, que os JO estão a ter a nível mundial.