Cavendish já faz parte da história do Tour

mark-cavendish-tour-francia-2021-etapa13-meta
Com o seu estilo inconfundível, abrindo caminho com a cabeça, empurrando com o ombro , desviando-se no último momento para seguir na roda dos seus colegas de equipa, Cavendish protagonizou hoje, o mais bem sucedido come back do ciclismo mundial, dos últimos anos.

O ciclismo é uma modalidade cheia de história. De grandes escritores, narrando façanhas épicas de ciclistas de outros tempos. De Albert Londres, a Pierre Chany, passando por Antoine Blondin o ciclismo é fértil em estórias e sobretudo comparações.

Hoje, fez-se história na História do Tour, quando Cavendish venceu, com facilidade mais uma etapa, a quarta neste Tour, onde não abundam sprinters, e sobretudo equipas com comboios capazes de proporcionar, aos poucos que restam, esta facilidade de procedimentos. Hoje, a Deceuninck deu-se mesmo ao luxo de fazer primeiro e segundo, com o lançador mor , Morkov, a ter de deixar de dar ao pedal, para não ultrapassar o camisola verde. E fez-se história porque, quem diria no início deste Tour, que o britânico ao chegar à 13ª etapa do Tour, conseguiria igualar o record do famoso Eddy Merckx ?

Os jornais falaram, no início do Tour, numa mera hipótese do feito poder ser alcançado, mas poucos lhe deram alguma probabilidade de sucesso. O próprio Merckx glosou um pouco com a situação, no início, porque agora, nos dois últimos dias já ia dizendo ” Cavendish até pode igualar ou bater o meu record de vitórias, mas nunca ganhará cinco Tours.” Nisto de records, é certinho e diretinho, que ninguém gosta de ser ultrapassado na curva, como foi o ídolo belga : é que daqui até final, Cavendish não deverá ficar por aqui.

Mas para o britânico, com toda a certeza, que as vitórias já conquistadas, o triunfo quase certo na camisola verde, não será um bom Tour, senão ganhar o sprint real dos Campos Elísios, e é nisso que ela irá estar focado.

Na frente da corrida, como de costume, neste tipo de etapas nada de novo. O pelotão vai aproveitando para descansar. Pogacar está cada vez mais amarelo.

One thought on “Cavendish já faz parte da história do Tour”

  1. na quick step qualquer um vence. Cavendish nos ultimos anos mal passava as pequenas cotas, nem se via nem se esperava nos sprinters.
    claro a versao Quick step como bem falou o Cedric Vaseur (cofidis) sobre o Viviani é impossivel de alcançar.
    Taus ,Van Mol rules

Os comentários estão fechados.