Bora no caminho de João Almeida

A equipa alemã da Bora está interessada em João Almeida, cujo contrato com a Deceuninck expira no final deste ano. Depois do interesse o ano passado da equipa da UAE, o ciclista português é agora cobiçado pela Bora, que estará também interessada na aquisição de Remco Evenepoel a Davide Ballerini.

Apesar de ser uma das equipas mais ganhadoras do pelotão mundial, a formação comandada por Patrick Lefevere tem vindo, nos últimos anos a dar uma imagem de alguma fragilidade, na altura de renovar os seus patrocínios, de forma a assegurar o funcionamento da equipa. Os contratos com os sponsors são curtos, apenas a Quick Step se mantém fiel ao longo dos anos.

2 thoughts on “Bora no caminho de João Almeida”

  1. O João tem que mudar de equipa se realmente quer apostar nas grandes voltas, que me parece ser o caso, de forma a poder ter uma equipa em seu redor e com gregários de outro nível, pois a Deceuninck – Quick Step irá ser sempre uma equipa sobretudo para clássicas. Perante a qualidade de ciclistas que vai estar presente no Giro, um Top-10 seria um excelente resultado. Lista provisoria: Romain Bardet, Simon Yates, Vincenzo Nibali, Bauke Mollema, Mikel Landa, Emanuel Buchmann, Egan Bernal, Pavel Sivakov, Aleksandr Vlasov, Thibaut Pinot, Hugh Carthy (3 vencedores de grandes voltas, 8 ciclistas que já terminaram no podio nas 3 grandes)… sem duvida um pelotão muito mais forte que o do ano passado, ainda assim com a regularidade que nos tem demonstrado, faz qualquer português sonhar que é possível ganhar uma grande volta e é uma certeza que vai ter um futuro muito promissor.
    BOTA LUME MENINO D’OIRO!!!

Os comentários estão fechados.