Laura Kenny admitiu reformar-se

Créditos foto: GettyImages

Laura Kenny, a estrela olímpica, que em 2020 antes de serem adiados os jogos olímpicos de Tóquio, sofreu dois acidentes, fraturando braço e ombro , admitiu reformar-se da competição. A ciclista de 28 anos, quatro vezes medalhista com o ouro olímpico, sofreu um grande revés na última temporada, ao cair na UCI Track World Cup no Canadá, e mais tarde no Campeonato do Mundo.

Inesperadas foram as quedas, as quais atrapalharam a preparação da ciclista para os Jogos Olímpicos, que acabaram por serem adiados motivado pela pandemia, Kenny, a mulher olímpica britânica que está prestes a ser a mais bem-sucedida da história, confessou que quase não resistiu a desistir na semana que teve de descanso no final do Campeonato do Mundo, pensando para si, “Já sofri o suficiente. As dores eram imensas, nessa altura, e na segunda queda nem me apercebi que tinha o braço fraturado. O primeiro acidente aconteceu em fevereiro de 2020 no Canadá, na Copa do Mundo de Milton, quando uma ciclista chocou comigo de frente, empurrando-me para as barras de proteção a alta velocidade”, disse Kenny.

Agora a sua preocupação é estar profundamente focada na preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio e apesar de haver muitas incertezas, a ciclista afirma que pretende correr, e vai mais longe ainda, ao dizer está preparada e quer participar e competir nos Jogos Olímpicos de Paris a realizar em 2024.

José Morais