Tour UAE: duelo Pogacar / Almeida vai ser emocionante amanhã

João Almeida foi sexto no C/R do Tour UAE, que teve alguns factos dignos de nota. Primeiro foi a ascensão de Almeida ao segundo lugar da geral individual a seis segundos de Pogacar. Segundo o trunfo na etapa de Fillippo Ganna a uma média supersónica de 55. 900 km/h. Terceiro, a boa forma de Pogacar, agora favorito, foi quarto no C/R, e por ultimo o abandono da prova da Alpecin, a formação de Van der Poel, devido a um caso de Covid de um ciclista da equipa.

Filippo Ganna vence contra-relógio nos Emirados Árabes Unidos, novo líder de Tadej Poga?ar
A posição de Ganna na bicicleta é uma autêntica obra de arte. Foto: Cor Vos

O campeão do mundo de C/R deu hoje, mais uma vez, um estrondoso espetáculo. Não há homens invencíveis mas, neste momento, não se descortina um ciclista que seja capaz de o bater nesta especialidade. Longe vão os tempos de Tony Martin e Cª, mas a evolução técnica do italiano, a sua posição aerodinâmica permite-lhe uma eficiência na pedalada, que se pode considerar um caso único. Invicto nos últimos nove C/R que disputou, Ganna só perdeu para Remco Evenepoel, no Tour de S. Juan, em 2020 mas, aí a bicicleta utilizada foi a de estrada.

Voltando ao Tour UAE a luta pelo triunfo final deverá estar centrada no duelo entre Pogacar e João Almeida. O esloveno tem cinco segundos de vantagem, margem muito curta, mas numa corrida sem grandes dificuldades são importantes.

Almeida vê oportunidades para Jebel Hafeet: “A diferença com Pogacar é pequena”
João Almeida tem todas as possibilidades para vencer.

Amanhã a etapa rainha da prova fará um acerto na geral, mas poderá não ser definitivo. Na verdade, mau grado não conhecer a subida , ao contrário de Pogacar, João Almeida não pode é perder tempo para o esloveno na chegada ao alto, e depois pode apostar tudo nos sprints especiais. Não vai ser uma tarefa fácil, mas a sua boa ponta de velocidade, em pequenos grupos e em sprints com poucos intervenientes, são vantagens para o ciclista da Deceuninck.

A chegada a Jebel Hafeet é dura e efetuada em estrada larga, o que é sempre incómodo para os ciclistas, e é muito rápida, o que pode favorecer quer Pogacar quer Almeida. O duelo entre os dois ciclistas vai ser emocionante. Um espetáculo a não perder amanhã na Eurosport.

Perfil da chegada de amanhã:

Classificação: etapa:

1º Filippo Ganna  INEOS Grenadiers    13:56

2 Stefan Bissegger EF Education – Nippo 0:14
3 Mikkel Bjerg UAE-Team Emirates 0:21
4 Tadej Poga?ar UAE-Team Emirates 0:24
5 Luis León Sánchez Astana – Premier Tech 0:30
6 João Almeida Deceuninck – Quick Step ,,
7 Max Walscheid Team Qhubeka ASSOS 0:32
8 Stefan de Bod Astana – Premier Tech 0:33
9 Daniel Felipe Martínez INEOS Grenadiers 0:36
10 Matthias Brändle Israel Start-Up Nation 0:38
GERAL:

1 Tadej Poga?ar UAE-Team Emirates 4:00:05
2 João Almeida Deceuninck – Quick Step 0:05
3 Mattia Cattaneo Deceuninck – Quick Step 0:18
4 Chris Harper Team Jumbo-Visma 0:33
5 Adam Yates INEOS Grenadiers 0:39
6 Neilson Powless EF Education – Nippo 0:41
7 Anthony Roux Groupama – FDJ 0:45
8 David Dekker Team Jumbo-Visma 0:46
9 Michael Mørkøv Deceuninck – Quick Step 0:47
10 Mattias Skjelmose Jensen Trek – Segafredo 0:48