Paris-Nice na estrada em março

Por: José Morais

Com a edição muito estranha em 2020, sete equipas da World Tour falharam a prova, pelo meio diversas controvérsias, em plena pandemia muito ativa do Covid 19, porem em 2021 espera-se um Paris-Nice mais normal que vai para a estrada entre 7 a 14 de março.

Max Schachmann deixou sua marca o ano passado na abertura, mantendo a liderança da prova até ao final em Valdeblore La Colmiane, apesar de um confronto forte com Tiesj Benoot da Sunweb.

Novamente no Paris-Nice La Colmiane , a terceira participação em quatro anos, a menos que as vacinações em massa não sejam eficazes para conter a pandemia, as medidas contra o COVID-19, poderá ver novamente tanto as estradas, como as partidas e as chegadas sem espetadores.

A prova que vai começar a oeste de Paris, inicia-se com um circuito de 166 km de ida e volta de Saint-Cyr-l’École, onde os ciclistas vão poder de contar com muitas subidas curtas para dificultar, ainda uma zona plana, própria para sprint etapa começando a norte de Oinville-sur-Montcient e indo em direção ao sol, para Amilly.,

O contra-relógio em Gien contará com 14,4 km, o qual pode mexer com a classificação geral, antes de uma longa passagem para Chalon-sur-Saône numa etapa bastante acidentada com uma chegada bem no alto de Chiroubles.

Para velocistas, têm na etapa 5 de Vienne a Bollène espaço para brilhar, embora numa subida não categorizada nos últimos 10 km, possa ser uma chance de se destacarem alguns velocistas.

Tirando estas partes, tudo gira em torno dos trepadores, em Côte de Cabris primeira categoria e continuando segunda categoria em Col du Ferrier, no meio da etapa antes da subida final bastante acentuada em Biot na etapa 6, e na etapa muito difícil em La Colmiane, no etapa 7, ainda antes do tradicional circuito muito irregular em torno de Nice para final da prova.

A etapa final, contem a tradicional subida do Col d’Èze, e descida dificil até o final, mas poderá acontecer como em 2018, quando Marc Soler venceu Simon Yates por quatro segundos, ou ainda no ano anterior, quando Sergio Henao resistiu ao desafio de Alberto Contador, e leva para casa o título por dois segundos, ou mesmo ainda como em 2016, quando Contador perdeu a vitória dois segundos atrás de Geraint Thomas.

As etapas do Paris-Nice 2021

Etapa 1: Saint-Cyr-L’Ecole – Saint-Cyr-L’Ecole (166 quilómetros)

Etapa 2: Oniville-sur-Montcient – Amilly (188 quilómetros)

Fase 3: Gien – Gien (14,4 quilómetros, C.R.I.)

Etapa 4: Chalon-sur-Saune (188 quilómetros)

Etapa 5: Vienne – Bolléne (203 quilómetros)

Etapa 6: Brignoles – Biot (202,5 quilómetros)

Etapa 7: Nice – Valdeblore-La Colmiane (166,5 quilómetros)

Etapa 8: Nice – Nice (110,5 quilómetros)

E estas são as equipas conhecidas que irão participar:

Lotto Soudal

UAE-Team Emirates

Team Qhubeka ASSOS

Bahrain – Victorious

Team Jumbo-Visma

Astana – Premier Tech

INEOS Grenadiers

AG2R Citroën Team

BORA – hansgrohe

Cofidis, Solutions Crédits

Deceuninck – Quick Step

EF Education – Nippo

Groupama – FDJ

Intermarché Wanty Gobert

Israel Start-Up Nation

Movistar Team

Team BikeExchange

Team DSM

Trek – Segafredo

B&B Hotels p/b KTM

Team Arkéa Sa

Alpecin-Fenix

Team Total Direct Energie

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *