Tour de S.Juan sem equipas internacionais

O ano velocipédico começa mal, com muitas interrogações em relação à realização das provas previstas no calendário internacional, em especial nos meses de janeiro e fevereiro . Depois de anulado o Down Under foi agora a vez do Tour de S. Juan ter anunciado que a prova, a realizar-se, deverá ser apenas destinada a equipas nacionais e algumas seleções sul americanas. Um constrangimento para algumas equipas do World Tour, entre as quais a Deceuninck, que tinha previsto alinhar João Almeida na prova argentina.

Já antes, tinha sido anunciado a anulação da Volta à Colômbia e o Tour de Langkawi, no continente asiático, onde algumas provas como o Tour de Omã, o UAE Tour estão previstas, mas com algumas interrogações.

Quem continua a ser um sucesso, são as provas de ciclocrosse belgas que, mesmo sem público estão a fazer as delícias dos seus organizadores. No passado domingo, mais de um milhão de pessoas assistiram pela televisão, ao triunfo de Wout Van Aert, ocasionando um pico de audiência na televisão belga. Aqui o Covid passou ao lado.